Florais & Produtos Naturais

para a saúde de nossos animaizinhos



Nossos animais de estimação são tão beneficiados quanto nós com as Essências Florais, há mais mais de 20 anos cuidando deles e de seus donos, ainda quando nem se falava em florais para animais e quando li que era para TODOS os seres viventes... Eles são nossos reflexos e costumam ter os mesmos problemas emocionais, eles podem ter sintomas igualmente como nós, como tensão, medo, ansiedade, agitação, ciúme, nervosismo, etc., originando toda sorte de distúrbios e doenças. 


Contato


FÓRMULA PARA MANIPULAR PARA ANIMAIS: MEDO, TRAUMAS, FOGOS DE ARTIFÍCIOS, etc..


Ajude nossos animaizinhos com essências florais, cães ou gatos.


FLORAIS PARA ANIMAIS (Bach - manipular em farmácia):


CHERRY PLUM + MIMULUS + ASPEN + ROCK ROSE + RESCUE

4 GOTAS 4 VEZES AO DIA, dar diretamente na boca com uma seringa ou ainda em um pouquinho de leite se eles gostarem. Se for necessário poderá aumentar a quantidade de vezes.



VERMES > Há casos de surto psicótico, depressão e síndrome do pânico provocados por conjuntos de parasitas)

-Tênia, lombriga e ameba: homeopatia, Ameba 30 DH, 2 tabletes 2 x por dia

-Giárdia: à noite você dissolve 1 colher (sopa) de argila num copo de água filtrada, de manhã ela estará depositada no fundo, bebe-se só a água, em jejum, durante 9 dias.

Giamebil (Mentha crispa), levo comigo nas viagens e tomo se as fezes ficarem molengas, amarelas e fedorentas, sintoma de giárdia. Dou preferência a comprimidos pq o xarope tem açúcar. Pros bichos é muito melhor comprimido. Vale tb quando os intestinos ficam quentes devido a alimentação imprópria.

SANGRAMENTO NAS FEZES

Água argilada pra todos e dá o Giamebil pra ela. A gata de uma amiga minha, já com 16 anos, tinha um sangramento nas fezes como o que você descreve. A melhora com o Giamebil foi quase instantânea.

Fonte: http://www.soniahirsch.com/2009/06/almanaque-do-banheiro-vermes-alho-e.html)

TRUQUE DO PANO: PROTEJA O CACHORRO DO BARULHO FEITO POR FOGOS DE ARTIFÍCIO

http://www.cuidebemdevoce.com/c%C3%A3es---fogos-de-artif%C3%ADcios.php

DEPOIMENTOS

Depoimento via Lorraine Ejlers Jensen Monte Verde-MG

Gostaria de deixar um depoimento sobre o trabalho maravilhoso com FLORAIS PARA ANIMAIS de Lena Rodriguez
Ha 3 anos adotei uma gata que na verdade "me adotou" primeiro, chamada Nikita. Ela logo se transformou na rainha da casa e dona do território. Alguns meses atrás senti que deveria lhe dar uma companhia porque ela ainda menina, adora brincar e sentia falta de com quem brincar. Foi quando adotei o Oliver um gatinho ainda bebe. No inicio a Nikita odiou a ideia. Tinha raiva dele e batia nele (sem machucar) mas mostrando que ali ele não era bem vindo. O Oliver - gatinho arteiro e feliz que e, nem ligava mas a respeitava se rendendo sempre aos seus ataques. Foi bem difícil no começo e triste ver tanto desentendimento.
Foi quando a Lena resolveu fazer uma avaliação para a Nikita. Saíram 3 vidros de florais logo de cara para ela, para tratar a raiva, desespero e o sentimento de abandono que ela ja havia trazido de onde veio. INCRÍVEL a transformação de animosidade para um AMOR que estão agora um com o outro. Brincam o dia inteiro e dormem juntos. Claro que de vez em quando tem uns pegas - felino sendo felinos
:) Mas e perceptível o amor que cresce entre os dois.
SIM! os animais também tem "traumas psicológicos e padrões emocionais". E a terapia floral trata a CAUSA com amorosidade, dissolvendo esses padrões.

RECOMENDO! a todos que tem bichinhos que não se dão de jeito nenhum ou que se percebe ali neles um padrãozinho emocional negativo.
A Nikita esta muito mais feliz do que achava que ela era quando chegou aqui. 


Obrigada Lena Rodriguez por esse trabalho incrível que você já vem fazendo há anos e que mesmo acreditando nas inúmeras estórias de sucesso que vc já me contou, foi só vendo pra valer mesmo para acreditar ainda mais nessa transformação _/\_ Muita gratidão
Ah....e floral para os donos de bichos e qualquer gente que precise também recomendo ! : - )

www.cuidebemdevoce.com

Url do vídeo após o tratamento floral: Nikita e Oliver
 
https://www.facebook.com/lorraine.e.jensen/videos/10213368618627863/

 CUIDE BEM DE VOCÊ e do seu animalzinho..

Paquita sobreviveu a CINOMOSE e tinha ficado com sequelas, não andava por meses, com escaras em ambos os lados, as perninhas traseiras já estavam atrofiadas... Bem, a danadinha está correndo pelo sítio onde vive. Aqui a história de Paquita, seu tratamento e o final feliz, com Essências Florais e Elixir de Cristais: http://terapiafloralon-line.blogspot.com.br/2012/10/eis-paquita-prova.html

Avaliação de CÃO POODLE em 09/Maio/2017, em relação as queixas abaixo:

13 anos e meio começou a apresentar tiques nervosos, fraqueza muscular, pois caia toda hora ao chão sem mais nem menos e na manhã deste ultimo sábado teve uma convulsão. Mais tarde e durante todo o dia agiu normalmente com força muscular. Mas no domingo e hoje segunda, voltou a ter tiques nervosos aqui e ali e caiu umas duas vezes. Mas não teve nenhuma convulsão. A veterinária não acha que ele tenha Cinomose. Eu percebo que ele tem problemas de coluna - na cervical e na lombar. Não sabemos o que seja .

Em 10 de Maio/2017

Boa nova- Toni já está tomando o cloreto há 2 dias e está com as perninhas mais firmes e não teve mais convulsão. Só um pequeno tremor muito rapidinho e  que passou logo. Estou muito esperançosa de que ele se cure de seus problemas. 

Em 15 de Maio/2017

O meu cão Toni está andando normalmente, não teve até agora outra convulsão mas voltaram os  tiques nervosos  quando quando deitado e até de pé. Ele dá uma tremida na altura do pescoço. Isto ainda acontece durante o tratamento?  Estou tão receosa. 


Em 19 de Maio/2017

Oi  Lena. Novidades Boas ! Tony fez um exame de sangue completo e deu que:

1) Não tem mais anemia 

2) As plaquetas estão ótimas, subiram bem..

3) não tem doença de carrapato 

A veterinária ficou surpresa mas eu nada disse. O ferro deu bom resultado... Ele anda bem animadinho e saltitante, ainda tem uns tremeliques aqui e acolá e bambeia um pouquinho mas não cai. Estou bem animada!

Gatinhos adotados e avaliados com essências florais por radiestesia.

Oi Lena! O rajado é o Fredi. Esteve ontem com catarse e hoje começou a miar.Ele não miava antes. A Patatí está miando e comendo muito mais.
Obrigada por tratar meus animais. Solicitei a guarda de um vira lata. Espero que chegue logo. Vou também albergar cãezinhos à espera de adoção. Você vai ter que receitar muito floral.
Uma abraço
​(G.L.A.-SP)

AVALIAÇÃO em 26/05/14, começou  a tomar em 27/05/13 > CÃO Poodle (Snoopy) de 13,7 anos, começou a ter convulsões de uma hora para outra. Saiu da internação e no momento, em casa, está tomando Gardenal. Ele não teve mais convulsão, mas está muito inquieto, assustado, as vezes tremendo o corpinho e andando de um lado para o outro. Estou dando 5 ml de uma solução diluída de 30g de Cloreto de Magnésio em 1,5 litros e pondo na água de consumo em média 500 ml e mais três gotas de Skrill na ração hepática com com Low Fat de Royal Canin, para melhor nutrir seus nervos e reduzir um pouco a agitação e como também, aumentar seus momentos de sono, evitando com isso a necessidade de se aumentar a dose de Gardenal, que desejo o mais breve possível desmamar. Desta forma, gostaria de sugestões de florais, para que eu possa adicionar no seu tratamento e adequar a dose do Cloreto de Magnésio e o do Skrill, para atuar na sua saúde de uma maneira mais ampla. Muito obrigado. F.A. R.-Natal/RN

Resposta em 31/05/14 > Snoopy vai bem. Desmamei o Gardenal integralmente. Voltou a dormir. Coisa que não fazia antes. Está menos agitado e a fome a sede excessiva cessaram. Estou muito feliz com sua melhora e sua resposta orgânica integral. Se apresenta mais disposto. Já quer andar um pouco mais. Pede comidinha na mesa. Coisa linda!!!

 Veterinários alertam para os perigos de fogos de artifícios para os animais 

Recomendação  (veja mais aqui): http://www.cuidebemdevoce.com/fogos-de-artif%C3%ADcios-para-os-animais.ph


LEPTOSPIROSE 

Anil com leite para ele tomar pode colocar um pouquinho de açúcar, anil de roupa.

Um amigo veterinário me passou e eu sempre dou para meu lhasa de 6 em 6 meses ..

Meia pedra de anil com mais ou menos 300 ml leite e uma colherinhas de açúcar se ele não quiser tomar, deixa o anil um pozinho e misturar.

__________

Salvei minha cachorrinha com suco de quiabo. Coloca 3 quiabos no liquidificador bater com pouca água e vai dando com uma seringa. Achei que minha Hanna ia morrer mas está aqui gorda e saudável. Por Vera Lucia Pereira em AMIGOS DA CURA___________

6 quiabos bater com 600 ml de água e dar 3 vezes ao dia para ele beber e dar também Gatorade de laranja muita água fresca e manter o local onde o bichinho fica bem limpinho dar bastante carinho a doença mexe com o sistema nervoso dele

por Geniziadenise Silva em AMIGOS DA CURA: https://www.facebook.com/groups/422963371070990/1035171446516843/?notif_t=group_comment_reply

Os Florais de Bach para animais

por Julian Barnard

Segundo de uma série de vídeos feitos com este estudioso inglês, durante sua visita ao Brasil, em setembro deste ano, acaba de ser disponibilizado.

Neste vídeo Julian salienta que os animais podem ler a mensagem trazida pela essência floral, sendo, inclusive, muito mais abertos e receptivos a ela, e, frequentemente, apresentando um melhor resultado.

 PARVOVIROSE

Tenho uma história com a creolina que posso afirmar que aconteceu realmente, pois eu mesma fiz parte, ninguém me contou:
A cachorrinha de minha vizinha estava com parvovirose, já evacuando sangue por todo o quintal.

Um outro cachorro dela havia morrido havia pouco tempo com a doença, apesar de ter sido medicado pelo veterinário. Um sitiante disse para darmos creolina (de farmácia), três gotas em uma colherinha de leite por três dias. Como não tínhamos nada a perder, pelo estágio da doença, fizemos o que ele indicou. Ela tomava e esperneava, de tão ruim.
No terceiro dia, à noite, ela estava deitada, largadinha, não comia mais nada nem bebia. Nem íamos dar a terceira dose achando que não estava resolvendo nada. Ela nem esperneou. No dia seguinte, umas sete horas da manhã, minha vizinha me chamou, e eu pensei que fosse para dizer qua a cachorrinha estava morta. Incrivelmente, fui à casa dela a a cachorra estava comendo, sã e salva! Até hoje nos impressionamos com este fato.
(Fonte: http://www.soniahirsch.com/2009/06/almanaque-do-banheiro-vermes-alho-e.html)
Posologia da creolina:

1 gota por dia (enrolada na farinha)
crianças - 5 dias
adultos - 20 dias
Receita da minha avó. Sempre funcionou, abre apetite das crianças, limpa as mulheres ginecologicamente, etc.

(Fonte: http://www.soniahirsch.com/2009/06/almanaque-do-banheiro-vermes-alho-e.html)

Como deixá-los bem fortes e protegidos?
 

CLORETO DE MAGNÉSIO PARA ANIMAIS

Há contra-indicação para o uso do Cloreto de Magnésio?

O único caso que existe é se a pessoa ou (animal) tiver insuficiência renal. Porque o magnésio em excesso se elimina pela urina. Agora se a pessoa não estiver urinando, aí pode passar de uma hipomagnesemia - que é o comum - para uma hipermagnesemia. Mas só se a pessoa não estiver urinando normalmente.

Dosagem correta do Magnésio

ATENÇÃO IMPORTANTE COMO PREPARAR !!! Por exemplo, uma coisa errada: o cloreto de magnésio vendido nas farmácias na dose de 33g (trinta e três gramas), se dissolver em 1 (um) litro de água pode ser laxante. Aí está realmente excessivamente concentrado, teria que ser 20g (vinte gramas) em 1 (um) litro. Ou essas 33g (trinta e três gramas) devem se dissolvidas em 1 ½ (um e meio) litro de água.

Cloreto de magnésio – por Dr. LUIZ MOURA

CLORETO DE MAGNÉSIO leia aqui

http://terapiafloralon-line.blogspot.com.br/2010/09/cloreto-de-magnesio-por-dr-luiz-moura.html

ATENÇÃO!!!

DOSAGEM PARA O ANIMAL - 1 cc EQUIVALE A 1ml da seringa

 GATOS

Nossos queridos são delicados; nem pense em misturar uma colher de café da solução no seu patê, mesmo naquele seu preferido: eles vão amarrar a cara com um “snif” desdenhoso e preferirão se abster de comer, a cometer tal indignidade. Em caso de doença, o método forte se impõe: a seringa! Use uma seringa hipodérmica.

Segure seu gato pela pele do pescoço, levante-o ligeiramente ou mantenha-o firmemente imobilizado(depende do gato) e injete rapidamente o medicamento na sua garganta, pelo canto da boca. Lembre-se de mantê-lo ainda alguns instantes seguro até perceber que ele engoliu.

Nos casos de gatos que se oponham vigorosamente a qualquer ação deste gênero, melhor fazer o procedimento em duas pessoas: envolva o gato numa coberta ou uma toalha de banho grande, enrole várias vezes para não ser arranhado, mantenha-o apertado, deixando de fora apenas a cabeça, que a segunda pessoa vai segurar com uma mão e introduzir o medicamento com a outra.

Posologia:
- gato filhote: (10 cc respeitando o ritmo (uma a seis vezes por dia)
- gato adulto: 20 cc à uma colher de café por dose

Doença dos gatos jovens: Tifo
Por ser um vírus muito contagioso, é a doença mais mortal nos felinos não vacinados (e mesmo entre os vacinados). O método citofilático traz excelentes resultados, mesmo que aplicado tardiamente. Porém, evidentemente melhor os tratar desde os primeiros sintomas.

Uma ou duas colheres de café da solução cada 2 ou 3 horas no primeiro dia, depois 2 ou 3 vezes por dia conforme for melhorando, até o restabelecimento definitivo.

Gastro-enterite infecciosa
Também nessa doença o cloreto de magnésio faz maravilhas quando ministrado uma colher de café (duas, se o tratamento vier tardiamente) a cada 3 horas até a melhora dos sintomas; depois apenas uma colher de café 2 ou 3 vezes por dia até o completo retorno à normalidade.

Todas as outras doenças podem ser tratadas da mesma forma.

DEPOIMENTO: TUMOR MALIGNO > Gatinha Mila está com um serio problema de saúde. Ela tem um tumor maligno nos ossos. O veterinário pediu que sacrificássemos o animal, mas a mesma se encontra em ótimo estado (principalmente depois que começou a tomar o cloreto de magnésio que vimos no seu site), se alimenta bem, faz as necessidades e está aos poucos voltando a fazer alguns movimentos que antes não fazia mais, como subir no sofá, subir numa cama, pois o tumor está em uma vértebra próxima as patas traseiras, comprometendo assim o andar, que está melhorando aos poucos. Mas como sabemos que é uma doença que com o tempo pode afetar seriamente o organismo do animal e seu estado emocional resolvemos recorrer aos florais.

________

01/01/2015 - Além de uma Fórmula Floral por Radiestesia tratando a causa da queixa acima, bem como uma prescrição de Sais Minerais homeopáticos para os ossos. Torcendo pela Mila!! (L.R.)

 10/02/2015-TUMOR MALIGNO > novo depoimento, via e-mail:

“Obrigada pela atenção. Ah, aqui é a dona da gatinha Mila, que tem um tumor maligno nos ossos e está usando os florais e o cloreto. Ela está ótima, andando muito melhor e não sente nenhuma dor. Pra quem já era pra ter sido sacrificada ela está vivendo um verdadeiro milagre. Toda a família da Mila agradece pelo seu trabalho.”

Alinka (Lilica)

Lilica, sabe se lá o que andou comendo... Por 4 dias esteve bem mal.. No terceiro dia tinha febre.. Veterinário aqui é um problema encontrá-lo, bem, tbm dessa vez fui para o pêndulo.. Cloreto de Magnésio logo depois, antes estava dando soro caseiro para que ela não desidratasse e tbm uma fórmula floral individualizada.. dormiu bem esta noite e acordou quase ótima, mas ainda sem querer comer.. CM 3 X ao dia e floral.. Hj 4º dia comeu um pouco pela primeira vez pela manhã e agora a tarde.. Está ótima!!!

CÃES

Em geral é suficiente adicionar ao seu patê ou latinha a dose necessária: ele engolirá tudo gulosamente. Se ele estiver muito doente e se recusar a se alimentar, use o sistema da seringa hipodérmica (sem a agulha, evidentemente!) e injete o líquido em sua garganta pela comisura dos lábios.

Posologia:
- cão pequeno porte ou filhote: uma colher de café ou de sopa (20 a 50 cc) uma a várias vezes ao dia, de acordo com seu tamanho e com a gravidade do caso.
- cão porte médio: um copo (125cc) uma a várias vezes ao dia
- cão porte grande: um copo e meio (180cc) uma a várias vezes ao dia.


Doença do Quadrado (Carré)
Essa doença equivale à poliomielite humana e se cura com o mesmo método. O cloreto de magnésio cura imediatamente a forma óculo-nasal, cura rapidamente as formas digestivas e respiratórias.

Ele cura também a forma nervosa, paralisante, desde que a paralisia não exceda ainda 8 dias. Minha experiência comprovou que, mesmo nesses casos, é possível obter a cura, e, em todos os casos, ocorre uma visível melhora no estado do animal.Ministrar a solução cada 6 horas durante quatro dias, depois cada 8 horas até o restabelecimento total. Em casos muito graves, iniciar por duas doses a cada 2 ou 3 horas.

Em casos de urgência, peça ao seu veterinário as injeções intravenosas de cloreto de magnésio Cloreto de magnésio injetável, comercializado em farmácias (laboratório Meram): elas podem salvar a vida do animal.

N.B. as ampolas contém 5 g de cloreto de magnésio por 20 ml de soro fisiológico: 1/2 ampola é suficiente para um cão de grande porte, ¼ de ampola para um de pequeno porte. Esta fórmula galênica só se utiliza em situação de grande urgência, como por exemplo em casos declarados de tétano, leucemia aguda, hepatite viral, parvovirose… A injeção deve ser aplicada por via intravenosa lenta (20 minutos).

Piroplasmose
A cura é rápida: ministrar uma dose da solução pela manhã e à noite durante 2 ou 3 dias.

Gastro-enterite
Ministrar a solução pela manhã, meio dia e noite, durante 5 dias.

Picada de cobra
Saiba que, nesses caso em particular, o cloreto de magnésio pode salvar seu animal e você: em geral apenas uma dose é suficiente!


 PÁSSAROS

O tratamento citofilático = (vivificar a célula, tonificando-a, estimulando as suas funções biogenéticas) é um grande recurso na prevenção de doenças. Faça um tratamento de duas ou três semanas nas mudanças de estação ou quando ele lhe parecer doente. De acordo com o tamanho, adicione a dose da solução de cloreto de magnésio diluída em sua água de beber: eles aceitam muito bem. Vigie seus excrementos e diminua a dose em caso de diarréia.

Posologia:
- pássaros pequenos (canários, etc.): meia colherinha de café da solução no seu bebedouro cheio de água (podemos acrescentar vitaminas ao mesmo tempo). Para os pequenos passarinhos e as raças muito pequenas, algumas gotas serão suficientes.
- rolinhas, mainás…: uma colher de café da solução para um bebedouro cheio de água.
- papagaios: uma colher de sopa da solução para um bebedouro cheio de água.

 CAVALOS

O tratamento pelo cloreto de magnésio mostra-se muito eficaz e barato.
Gurma(usagre),estado febril, febre tifóide,… não há doença infecciosa que resista a este tratamento tão simples.Existem tres métodos:
- se seu amigo aceita o remédio: injetar em sua boca com uma grande seringa um litro ou mais da solução.
- se ele não aceita, será necessário mantê-lo afastado de seu bebedouro habitual e fazê-lo beber a solução em um balde.
- outra possibilidade: misturar a solução no trigo.

Posologia
Potro: meio litro da solução 2 vezes ao dia ( ou mais , se necessário)
Até 500 kilos: 1 litro cada 6 horas durante quatro dias, depois cada 8 horas até o restabelecimento definitivo.
Mais de 500 kilos: 1 litro e meio da solução, como indicado acima.
Em casos muito graves, iniciar com duas doses a cada duas ou três horas.
Em todos os casos, respeitar os ritmos indicados. Podemos aumentar ou diminuir a quantidade em função das reações do animal; os cavalos em geral reagem muito bem ao tratamento.Uso externo
Em uso externo a solução de cloreto de magnésio também lhes trará muitos benefícios: banhos para os pés, lavagem de feridas e lesões, compressas, etc. É um bom complemento ao tratamento com argila. Pode-se preparar a pasta de argila usando a solução de cloreto de magnésio no lugar da água.

Nota: este tipo de tratamento se aplica também aos bovinos. O Doutor Neveu trata também com sucesso a febre aftosa, o aborto, a dificuldade de parir, a mastite, o fleumão, as corizas e bronquites verminosas

Mesmas posologias.

Meu adorável Tom


O meu ex-bebezinho Billy

Roberval o ex-reclamão
(não reclama mais)

A independente Lua

TRATAMENTO DE ANIMAIS - Prata Coloidal

E a Lua em sua chegada apresentou o que pude determinar por radiestesia fungos/levedura em vários pontos da pele. Após alguns procedimentos naturais que não deram certo, chegue à Prata Coloidal que resolveu o problema.




ANTI-PULGAS NATURAL

Anti-pulgas caseiro natural, que não fosse agressivo para um filhote com menos de 2 meses de vida. Encontrei várias sugestões, quase todas com somente um ingrediente: ou vinagre, ou arruda, etc...

Resolvi juntar várias receitas em uma, para que o efeito fosse rápido, aproveitando o que tenho aqui em casa. Criei a receita abaixo e apliquei-a de imediato. Foi, praticamente, instantâneo o resultado: AS PULGAS SUMIRAM, deixando o pobre Valente livre de suas dentadas.

Material necessário:

- 1 borrifador

Ingredientes necessários para aplicar em um cão de porte pequeno:

- 3 ramos de arruda;

- 4 colheres de sopa de vinagre;

- 1 colher de sobremesa de óleo de neem;

- 150 ml de água.


Modo de preparar:

a – ferver a água;

b - desligar o fogo e colocar a arruda na água quente. Deixar em infusão por 15 minutos;

c – retire os ramos de arruda da infusão e aguardar a mesma esfriar;

d – colocar a infusão já fria, o óleo de neem e o vinagre no borrifador e misturar bem;


Modo de usar:

Borrifar o animal inteiro com a mistura preparada acima e deixa-lo secar ao sol. Borrifar também a casinha do animal, ou o local onde ele dorme e deixar secar ao sol.

Como o ciclo da pulga é de 15 a 20 dias, devemos borrifar o animal 1 vez por semana, durante 4 semanas, para garantir que não sobre nenhuma pulga. Após esse período, borrifar o animal 1 vez por mês.

Para um cão de porte médio, dobrar a receita. Já para um cão de porte grande, triplica-la.


No vídeo abaixo demonstro os passos acima, para fazer o anti-pulgas natural, e como usa-lo:

Como fazer: Anti-Pulgas Caseiro Natural





ÓLEO DE COCO PARA TRATAR AS PULGAS E A PELE DOS CÃES

Usar óleo de coco pode custar muito menos do que os tratamentos de pulgas comerciais, e também pode ser menos propensos a causar problemas de saúde em seu animal de estimação.

1.Encontre algum óleo de coco extra virgem prensado a frio. Ele contém ácido linolênico que mata e combate as pulgas. O óleo pode ser comprado no supermercado, na farmácia ou em qualquer lugar que venda óleos alimentícios e de cozinhar.

2.Use cerca de uma colher de sopa de cada vez. Se o óleo de coco for mantido em um ambiente ou cômodo quente, ele terá uma aparência líquida transparente. Se for mantido em um local mais frio, ele será branco e parecido com banha de porco.

3.Coloque um pouco em sua mão e esfregue as mãos. Isso dará uma consistência mais oleosa, caso esteja no estado de "banha de porco". Você também pode despejar um pouco em um pequeno frasco, para simplesmente pegar um pouco com os dedos, caso esteja no estado líquido.

4. Esfregue na pele ou na pelagem do seu cão, onde ele tiver pulgas, pele seca escamosa, irritada de tanto coçar ou onde tiver perdido pelo. A área vai ficar um pouco oleosa, mas é importante esfregar muito bem. As pulgas vão morrer dentro de 5 minutos.

5. Pegue mais um pouco de óleo de coco e passe-o através das camadas exteriores da pelagem do seu cão e embaixo da barriga.

6. Vista um suéter no seu cão durante o dia ou à noite para que o óleo possa fazer efeito. Isso também evita que o animal lamba o produto devido ao seu sabor agradável, embora não tenha problema se for ingerido, ao contrário de alguns tratamentos de pulgas comerciais.

7. Reaplique todos os dias ou algumas vezes por semana, até perceber que todas as pulgas se foram e não vão voltar, ou quando a pele estiver apresentando melhoras e crescendo pelos novamente.

Saúdedocão

O PODER DO BICARBONATO DE SÓDIO

O que essas imagens demonstram aconteceu com a minha cadela nomeada de “Gabi”.

Em um dia como qualquer outro, estávamos brincando com a Gabi quando de repente meu irmão viu essas enormes feridas em um de seus peitos, levamos um susto na hora, pois pessoalmente a coisa era muito mais feia, muito mais profunda, era como se aquilo estivesse a comendo aos poucos.

No primeiro momento pensei que fosse apenas uma ferida causada pelas unhas de alguns de seus filhotes (pois ela estava amamentando), mas me lembrei que fazia uns quatro anos que ela estava ácida, desde que pegou uma doença nunca mais voltou a ser a mesma.
Então, me lembrei do poder alcalino do Bicarbonato de Sódio e de seu poder antifungicida.

Eu tinha que fazer algo, pois se não aquilo começaria a se alastrar para todos os cantos, então, comecei a aplicar Bicarbonato de Sódio diluído em um pouco de água com a ajuda de um algodão, fiz isso umas três vezes por dia durante nove dias.
O Bicarbonato de Sódio foi aos poucos tornando o terreno biológico alcalino, fazendo com que os fungos que ali estavam morressem.
No 3° dia resolveram levar a Gabi no veterinário (pois não estavam muito confiantes no Bicarbonato de Sódio). A veterinária pra variar não receitou nada para a ferida e quando foi mencionado o Bicarbonato de Sódio ela fez cara de WTF? Mas eu sabia o que estava fazendo, até mesmo porque eu faço o uso do Bicarbonato de Sódio todos os dias em jejum para alcalinizar todo o meu organismo.
No 9° dia, a Gabi já estava completamente curada, com as feridas completamente cicatrizadas, foi o suficiente para aumentar a minha fé a níveis extremos com essa substância maravilhosa. Já tinha lido vários relatos de cura até mesmo do Câncer apenas com o uso do Bicarbonato de Sódio, e vi que poderia mesmo ser realidade.
Depois de alguns dias meu irmão (que estava fazendo o uso há algum tempo por minha indicação) me contou que um “olho de peixe” que ele tinha no pé já fazia anos, tinha sumido.
Uma coisa é fato: em organismo alcalino nenhuma doença se desenvolve. O Bicarbonato de Sódio deveria ser a primeira coisa a ser ministrado em uma pessoa que está doente, ter o terreno biológico alcalino é o começo de tudo para ter saúde.
Compartilhe essa informação com seus contatos para que todos possam saber sobre essa poderosa substância que a natureza nos deu. Fonte: http://is.gd/zrCqx4


por  Luisa Mell

A cura do câncer pelo bicarbonato de sódio.
Já se passaram 9 meses desde que deram alguns dias de vida para minha cadela Dino.

Há 9 meses minha família recebeu a notícia que a nossa amada cadela Dino, de 14 anos, estava com os dias contados. Com 2 tumores, um no abdômen e outro no fígado, não havia nada a ser feito, exceto esperar a morte chegar, dando remédios para a dor..... Minha mãe ainda perguntou se poderia passear, dar banho e a resposta foi: " do jeito que ela está, é melhor deixá-lá quieta". Minha mãe havia lido que o bicarbonato de sódio tinha o poder de estagnar o tumor e, em muitos casos, fazer até desaparecer..... E quando não há nada a perder, deve se tentar tudo! E foi o que fez. Passou a colocar na água, uma colher de chá bem cheia de bicarbonato de sódio. E a Dino passou a beber somente a água com o bicarbonato.

Após alguns dias ela começou a sair para passear e os passeios começaram a ficar cada vez mais longos, demonstrando que ela se sentia cada vez melhor......há uma semana minha meus pais a levaram ao veterinário por conta de um problema de pele e ele ficou pasmo, incrédulo, com o que viu: os tumores além de não terem evoluído, INVOLUIRAM. Ele apalpou e ela não sentiu dor alguma. Minha mãe disse ao veterinário para ele divulgar aos seus clientes assim como estou fazendo aqui.

 Sim, vão dizer que a cura do câncer pelo bicarbonato é uma farsa. Mas pra nós e para milhares de pessoas que deixam o testemunho na net, muitas vezes de cura total, não foi farsa, foi realidade! Uma maravilhosa realidade!!!!!!!,
A indústria farmacêutica não tem interesse em aceitar o fato pois o custo é baixo diante de uma quimioterapia milionária. O médico que descobriu, injetou o bicarbonato no tumor, que após algumas sessões, desapareceu. É fato, no entanto, a ciência ignorou...........

As pessoas também estão utilizando o bicarbonato na cura contra o câncer. Veja os Link abaixo e boa sorte a todos que utilizarem e tiverem a felicidade que nós tivemos de ganharmos mais tempo, com qualidade de vida, com ela. A Dino passeia, brinca, come, é feliz e cada dia é mais um dia......em março faz 15 anos.


MASTRUZ ou Erva de Santa Maria

MASTRUZ / Tumor na perna de um cão (compartilhando de uma amiga)

Queria relatar que tenho uma cadela SRD já idosa, com quase 15 anos, e que tem um tumor na pata que de X em quando ela morde e aí inflama e etc... e já deu berne e levo no veterinário e tem toda a saga de cuidar, limpar, dar antibióticos e etc.... Semana retrasada aconteceu novamente, e eu experimentei curativos com Mastruz. Nossa!!!! As moscas sumiram da casinha, o tumor desinchou e ela que ficou 01 dia sem conseguir apoiar a patinha no chão, no dia seguinte, com o curativo de mastruz que eu trocava cada dia, estava andando e pulando. Achei um milagre porque secou mais rápido do que com antibióticos.

Eu fiquei muito surpreendida e o melhor é que ela pode e podia lamber o curativo, pois assim ela ingeria também a planta.

Para ferida eu lavei as folhas, amassei bem tirei um pouco do sumo, e lavei a ferida, depois a folha amassada e o resto do sumo enrolei num algodão com gaze e fiz curativo na patinha.

Quanto a mastruz ... não poder entrar em contato com cães (não acho que seja bem assim), porque eu coloquei na ferida da minha e já sarou. Sei que ele pode ser tóxico, mas só em altas doses, e o cheiro é forte, os animais não gostam tanto dele assim, a ponto de se intoxicarem ...

Essa foto é de 04 dias atrás mais ou menos ....

Esse caroço "tumor" era do tamanho de um limão ... e mesmo com antibióticos ou qualquer alopatia ele nunca cedeu de tamanho. Agora com o mastruz ele diminuiu muito. Os veterinários diziam que tinha que operar para acabar com esse caroço.

____________

MASTRUZ > Propriedades curativas da erva de Santa Maria

As PROPRIEDADES CURATIVAS DA ERVA DE SANTA MARIA: http://www.simple-remedies.com/alternative-therapies/epazote-herb-medicinal-benefits.html , também conhecida como mastruz, ou mentruz, estende-se a uma série de condições, inclusive crônicas. Nativa do México, mas facilmente encontrada no território brasileiro, essa erva é mais conhecida para o uso medicinal no Brasil. Todavia, na sua nação de origem, é utilizada na culinária há séculos. Os aztecas, que a chamam de “yerba santa”, consideram-na um alimento medicinal, que pode ser combinado com quase tudo que incorpore o cardápio.

Santos Benefícios!

Tanto o caule quanto as folhas desta planta estão recheados de benefícios medicinais. É uma erva literalmente carregada de vitaminas do Complexo B, e das A e C. Contém cálcio, ferro, fósforo, zinco, potássio, cobre e muita fibra dietética.

Se encher meia xícara de chá com as partes desta erva, e bater em 1 copo de água, poderá tratar problemas com a indigestão. Beber essa mistura em jejum elimina vermes e parasitas do corpo. Também trata amenorreia, e acelera a cura da malária. Essa mesma receita pode ser usada para curar cólicas estomacais, ou a flatulência.

Fumantes de longa data, ou quem sofre com problemas respiratórios – como asma, bronquite, ou congestão nasal -, tem nesta erva um remédio caseiro de ação efetiva. Limpa mesmo, tanto o muco e o catarro.

Quem nunca ouviu falar da banda de música “Mastruz com Leite”? Se os integrantes escolheram este nome para passar a ideia de fortaleza, acertaram. Essa mistura é excelente para deixar o corpo imune. É uma receita muito boa para ser dada a crianças, e em jejum. Muitas avós, sabiamente, costumam ministrar esse remédio caseiro para seus netos. Mesmo que não haja indícios de doenças, é simplesmente para deixar o corpo capacitado para defender-se de infecções. Basta esmagar um punhado de folhas frescas, retirar o sumo, e misturar num copo de leite. 

Para tratar doenças crônicas, pode ser usada nos casos de anemia e de osteoporose. Também é eficaz para prevenir a Doença de Alzheimer.

_________

CONHEÇA OS MARAVILHOSOS BENEFÍCIOS DO MASTRUZ

O mastruz é uma erva medicinal, herbácea e seu nome científico é Chenopodium ambrosioides, nativa da América Central do Sul, suas folhas possuem um tom de verde escuro e as flores têm um tom esbranquiçado. Seu cheiro é muito forte e desagradável e chega a crescer até 70 cm de altura. Conhecida também como erva de Santa Maria, lombrigueira, ou quenopódio. Essa planta pode ser encontrada em lojas naturais ou em farmácias de manipulação.

PROPRIEDADES

O mastruz carrega consigo várias vitaminas, como A e C e principalmente do complexo B. Além disso, possui cálcio, ferro, fósforo, zinco e potássio. Consequentemente suas propriedades são vastas, ela é um ótimo cicatrizante de machucados, isso porque, suas folhas carregam uma grande quantidade de óleos essenciais. A planta também é antibacteriana e antiviral.

BENEFÍCIOS      

Podemos dizer que o uso dessa planta é versátil, auxilia tanto no tratamento da rouquidão, quanto câimbra e até problemas respiratórios. Gripes fortes podem ser amenizadas com uma xícara de chá de mastruz, a vitamina C presente na planta auxilia no seu combate. Quem tem crises de rinite, asma, sinusite, também podem se beneficiar de seu uso imediato, com apenas uma xícara de chá, essa planta limpa o muco e o catarro.

Problemas de indigestão são bastante comuns, é tanta comida gostosa que fica difícil escolher ou até mesmo controlar a alimentação O mastruz também ajuda na indigestão e com problemas de gastrite. Quem sofre com flatulência também pode ser beneficiado com o seu uso.

Seu chá pode ser passado em machucados que já não estão sangrando, isso ajudará a acelerar a cicatrização e não deixará marcas do hematoma.

Outro modo diferente de usar essa planta é misturando seu chá com leite. É uma combinação poderosíssima para deixar seu corpo imune a parasitas e bactérias, embora não seja muito gostosa é recomendada para evitar problemas de saúde futuros.

CONTRAINDICAÇÃO

O chá dessa planta não é indicado para mulheres grávidas, pois é abortivo. Consumido por um período de tempo muito longo pode causar infertilidade. Além disso, a planta é para tratamentos imediatos e não é recomendado seu uso contínuo, ela causa náuseas. Não é recomendado para crianças. Antes de iniciar o tratamento com essa erva procure seu médico.

COMO FAZER CHÁ DE MASTRUZ?

Em uma chaleira com 500 ml de água fervente, coloque uma xícara de café de sementes de mastruz, deixe durante 10 minutos. Coe e adoce com mel ou açúcar a gosto.

 

Fonte http://www.remedio-caseiro.com/conheca-os-maravilhosos-beneficios-mastruz/

Dra. Nice e Carlinhos

Ao perceber que a responsabilidade de cuidar de um animal e o desenvolvimento de laços afetivos pode contribuir para a reabilitação de doentes mentais, Nise da Silveira os incorporou a seu trabalho como co-terapeutas.

Gatos, a emoção de lidar de Nise da Silveira. Esta excelente psiquiatra (junguiana) é conhecida, entre outras coisas, pelo seu belo projeto Museu de Imagens do Inconsciente, desenvolvido com seus pacientes psiquiátricos. O livro foi publicado em 1998 pela Léo Christiano Editorial em edição limitada e infelizmente está esgotado...


Este é um livro muito especial, de uma autora brasileira (para quem não conhece, Dra. Nise da Silveira foi uma famosa médica psiquiatra brasileira  - Foi uma pioneira na pesquisa das relações emocionais entre pacientes e animais, que costumava chamar de co-terapeutas.), e que é muito difícil de ser encontrado atualmente.


 

Dra. Nise adora gatos e teve um monte deles. Já no final de sua vida, resolveu escrever um livro sobre a emoção de conviver com esses seres tão especiais.


O livro é lindo, cheio de fotos e mais fotos de gatos de todas as cores e raças (e muuuitos vira-latinhas que a gente adora!!!)


O livro nos traz muitas curiosidades e histórias sobre os gatos, como por exemplo, eram considerados como divindades no Egito, descreve suas qualidades metafísicas, seu simbolismo nos sonhos e sua relação com a literatura e as artes. Mas, acima de tudo, revela seu grande amor por esses animais misteriosos e sensíveis.


Dra. Nise revolucionou a psiquiatria brasileira ao dar uma nova aplicação à terapia ocupacional, utilizou cães e gatos no tratamento de doentes mentais como forma de estimular as manifestações de afetividade. Ela os chamava de  "co-terapeutas", que davam aos loucos o carinho negado pelos seres humanos.


"Observei que os resultados terapêuticos das relações afetivas entre o animal e o doente eram excelentes. Mas era difícil que essa idéia tivesse campo para desenvolver-se. No Brasil a aproximação entre doente e animal, infelizmente, ainda não era cultivada. A preocupação dos terapeutas, ao contrário, afastava o animal do doente, sob alegações inconscientes. Compensadoramente, amigos distantes foram solidários: o Pr. Boris Levinson, psicanalista americano, comentou por carta esses fatos ocorridos no Brasil, como a expulsão, envenenamento ou morte contra os animais. Eis um trecho da carta: 'Sem dúvida, para muitos desses doentes, os animais eram a sua única linha de vida para a saúde mental'."


O que se tem observado é que animais como cães, gatos, peixes e pássaros são requisitados como novos terapeutas em hospitais franceses, canadenses, americanos e suíços, depois de ter sido constatado que eles são indispensáveis à melhora ou à cura dos portadores de várias doenças.

Fonte

Nise da Silveira - Wikipédia

O CÃO REFLETE A PERSONALIDADE DE SEU PRÓPRIO DONO

Estudo conclui que agressividade do cão é culpa do dono - O modo como se dá a relação com o ser humano é um importante fator para situações de frustração, medo, agressão e ansiedade em cães.

No estudo, “Relação homem-animal e bem-estar do cão domiciliado”, Sheila Ferreira e Ivan Sampaio, pesquisadores da Escola de Veterinária da Universidade Federal de Minas Gerais, alertam que estas emoções podem comprometer o bem-estar do animal, o que acaba colocando em risco o bem-estar da família que o acolhe também. (clique aqui e leia todo o texto)

 

 A Rede Tv fez reportagens sobre florais para animais e entrevistou a MENFIS sobre o assunto... Assista ao vídeo e saiba mais sobre animais e florais

 

GRAMA PARA SEU GATINHO: MILHO DE PIPOCA

Se há uma coisa que nossos gatos adoram é comer a planta do milho. Um dos motivos para eles fazerem isso é justamente não apenas ajudar na eliminação de bolas de pelos, mas também contribuir para o bom funcionamento intestinal. Dentre todas as plantas que oferecemos para eles – escreveremos, em breve, um artigo sobre as plantas recomendadas e as que devem ser evitadas para os gatos – a do milho é a que mais faz sucesso, havendo disputa na hora de comer.


 Além dos felinos adoram, o bom desse plantio é que ele não requer muitos conhecimentos e é relativamente barato.

Aqui segue uma pequena check list do que você irá precisar para plantar e o tempo necessário para servir a eles.

Consiga um pote, vaso ou jardineira. Isso dependerá do número de gatos que você tem. Caso tenha mais de um, recomendamos uma jardineira – igual a da foto – que pode ser encontrada em supermercados, na seção de jardinagem.

Arrume terra e adubo de boa qualidade.

Compre um saco de milho de pipoca – o que vem os caroços, não o de microondas.

Como preparar: coloque a terra e misture com o adubo. Deixe, mais ou menos, uns três dedos da borda sem terra. Salpique o milho por todo o recipiente  evitando que os caroços fiquem muito juntos. Cubra as sementes com terra – em torno de um dedo.

Molhe harmoniosamente e tome cuidado para que nenhum caroço fique descoberto. Consiga um local que bata sol, seja alto e de difícil acesso para seu gato, pois, caso contrário, ele irá fazer a festa cavando. Molhe dia sim, dia não ou sempre mantenha a terra úmida, nunca encharcada – o que evitará da planta não desenvolver ou morrer devido aos fungos . Em 3 dias, mais ou menos, as raízes surgirão.

Dentro de 3 semanas, aproximadamente, o pé de milho já terá um tamanho bom. Nós sempre deixamos a planta crescer uns 4 a 5 dedos pois, do contrário, os gatos acabam rapidamente com ela. Tome cuidado quando servir a fim de que eles não cavem no recipiente ou pisem nas plantas. Repita o plantio sempre que quiser, pois eles adoram.

http://mundomiau.com.br/grama-para-seu-gatinho-milho-de-pipoca/

 
BANHO DE IMERSÃO, O FIM TOTAL DAS PULGAS EM SEU CÃO, EM 10 MINUTOS. EM AMBIENTES LIMPOS É CLARO.

Esta é uma informação de utilidade publica, COMPARTILHE.
Não sei porque diabos os veterinários não ensinam isso.

 

Que alegria, tive esta ideia, fiz um teste na semana passada, e ele parou de se coçar, refiz hoje e explodi de alegria, vi todas as pulgas mortas.
Meu cão tem bastante pelos, um paraíso para as terríveis pulgas, e um dificultador para o combate tradicional, com venenos e coleiras. Mas agora isso é passado, eu descobri que se mudar a forma de dar banho, dando um banho de imersão, a água não pode estar quente, apenas morninha bem pouco, eles detestam água quente, na primeira vez ele ficou muito ofegante e estressado, a água estava um pouco quente, deixe-o apenas com a cabeça para fora, e mantenha a cabeça molhada, elas morrem mesmo com a cabeça fora da água, se ficar sempre molhada, deixe-o por no mínimo 5 minutos dentro na água, passe o shampoo e volte a imersão por mais 5 minutos no minimo, todas as pulgas morrem na hora, sem custos, sem produtos químicos, de forma absolutamente eficaz e custo zero.. elas morrem todas afogadas, a gente vê elas mortas.. que legal, só não sei porque não achei nada sobre isso na WEB, tive esta ideia sozinho, mas eu afirmo da certo com 100% de eficácia. É lógico que tambem devem serem tomados todos os cuidados e controles sobre o AMBIENTE, CASINHA, QUINTAIS, ETC..OU TUDO VOLTARÁ COMO ANTES..

 

Veja algumas fotos dos bichinhos que tem essa anomalia genética:

Animais com síndrome de down – Entenda

como funciona!

A síndrome de Down não ocorre somente nos seres humanos, ela pode e já ocorreu em outros mamíferos, e não tem cura. Os tratamentos médicos servem para prevenir e amenizar os sintomas causados por ela e para possibilitar que os animais portadores da síndrome possam levar uma vida normal.

A Síndrome de Down está associada a algumas dificuldades de habilidade cognitiva e de desenvolvimento físico, e um determinado conjunto de características físicas causadas por uma anormalidade da condição genética.

Embora todos os animais possam ter anormalidades genéticas que afetem a sua aparência e seu comportamento, a síndrome de Down era amplamente considerada como uma específica condição humana, uma vez que é causada pela trissomia do cromossoma 21, que só se encontrava nos seres humanos.

Existem alguns casos raros, porém, quando determinados cães e gatos não possuem a mesma aparência gloriosa que a maior parte da espécie, quando não se comportam como um gato normal. Alguns donos chamam essa diferença de Síndrome de Down. Mas, podem os cães e gatos ter síndrome de Down?

 

Síndrome de Down nos animais

O que é?

Apenas uma maneira para as pessoas justificarem o comportamento estranho do seu bichinho

Uma anomalia semelhante à do síndrome de Down em pessoas

Uma disfunção genética

Cães e gatos que tem a dita síndrome de Down, possuem olhos grandes e redondos em comparação com os olhos dos outros, a forma da face também pode ser diferente. Se comportam de forma anormal em comparação com outros. Gatos são conhecidos por serem muito ágeis e graciosos, mas os que têm síndrome de Down são desajeitados e instáveis. Eles têm má coordenação e podem esbarrar e cair constantemente. Eles também desenvolvem hábitos estranhos como sentar ou miar de um jeito diferente dos outros.

Como os seres humanos eles também são afetados na socialização. Quando a maioria dos gatos não aceitam facilmente novos companheiros, eles tendem a ser mais amigáveis. Eles também parecem não responder ao serem chamados ou repreendidos.

Os cães e gatos também podem desenvolver os mesmos problemas de saúde que um humano que sofre de síndrome de Down, como problemas cardíacos. Alguns têm problemas de visão e a ​​musculatura fraca.

 

Técnicos e Termos

Síndrome de Down – Aspectos técnicos e Termos

Nós temos 23 pares de cromossomos. Os gatos só tem trinta e oito cromossomos, isso significa que eles só tem dezenove pares cromossômicos. Eles não podem sofrer de trissomia vinte e um, como acontece nos humanos. Os cães têm 78 cromossomos, alinhados em pares de 39.

Então, tecnicamente falando, cães e gatos não podem ter síndrome de Down. Eles podem representar as mesmas características físicas e fisiológicas como a do síndrome de Down em seres humanos, mas não é o mesmo. Eles podem, no entanto, sofrer de uma doença genética ou anomalia cromossômica.

É necessário mais pesquisas para chegar ao fundo dessa síndrome nos animais. Tal como acontece com qualquer outro transtorno animal, o melhor é saber o que é e o que ele faz para saber quais as medidas necessárias a tomar.

Eles precisam de paciência extra e um olhar atento para evitar que sejam prejudicados. Não submeta seus gatos para um ambiente que pode expô-los a perigos, como alturas e animais agressivos. Não expô-los a fiações elétricas e eletrodomésticos. Além disso, certifique-se de que os produtos químicos e outras substâncias estão fora do alcance.

Não confie na sua capacidade de compreender suas instruções, especialmente em coisas que podem prejudicá-los. Eles podem não ter a capacidade física e mental que é necessário para lidar com estas situações.

Fonte: PetHelpful https://pethelpful.com/