Nossa mente é como um espelho... Refletimos e portanto vemos, o que está nela. Porém, isto é apenas um julgamento, uma crença, um ver equivocado... 

NÃO É REAL! 

E vai além... Trata-se de um autojulgamento, pois não há separação, apenas acreditamos que há. 

O outro sou eu, portanto, quando julgo, estou afirmando isto em mim mesmo. E o círculo insano e vicioso continua e, nada muda, se eu não mudar minha mente... Mas tenho escolha e melhor, tenho ajuda, pois há uma parte em mim, em todos nós, Sã, Imune a todas minhas invenções, o Espírito Santo. Está igualmente em nossa mente e jamais, deixará de nos atender quando Lhe permitimos.

Estarmos atentos aos nossos julgamentos, o que vemos no outro, o que poderá ser através de palavras ou pensamentos, no momento, ou ainda assim que houver possibilidade:

1.ACEITAR que incorremos em julgamento = percepção equivocada, seguido de;
2.PERDÃO a nós mesmos por termos criado essa maneira de ver e, o último passo, a solução;
3.ESPÍRITO SANTO, o pedido de ajuda a Ele para olhar com Sua Visão.

“Pois trouxestes a tua fraqueza a Ele e Ele te deu a Sua Força em lugar dela.” (Ucem- Escolhe outra vez- Cap. 31)

Escolhe outra vez... Podemos, sempre, escolher outra vez! (Lena Rodriguez_

______________

"Cada um povoa o seu mundo com figuras do seu passado individual e é por causa disso que os mundos privados diferem. No entanto, as figuras que ele vê nunca foram reais, pois são feitas apenas das suas próprias reações aos seus irmãos e não incluem as reações que eles têm a ele. Portanto, ele não vê que fez essas figuras e que elas não são íntegras. São figuras que não têm testemunhas, sendo percebidas apenas em uma mente separada.

É através dessas estranhas e sombrias figuras que os insanos se relacionam com o seu mundo insano. Pois eles só veem aqueles que lhes relembram essas imagens e é com elas que se relacionam. Assim, de fato, se comunicam com aqueles que não estão presentes e são eles que lhes respondem. E ninguém ouve a resposta dada por eles a não ser aquele que as invocou e só ele acredita que responderam. A projeção faz a percepção e tu não podes ver além dela. Atacaste o teu irmão uma e outra vez, porque viste nele a sombra de uma figura do teu mundo privado. E por ser assim, não podes deixar de atacar a ti mesmo em primeiro lugar, pois o que atacas não está nos outros. Sua única realidade está na tua própria mente e ao atacares a outros, estás literalmente atacando o que não existe." (Um Curso em Milagres - T-13.V.2-3)

________

WWW.CUIDEBEMDEVOCE.COM