O SEGUNDO CÉREBRO

O funcionamento do aparelho digestivo e sua relação com o cérebro. Michael D.Gershon

Limitar o papel do intestino à digestão seria reduzir consideravelmente a importância desse órgão. Ele é dotado de um sistema nervoso constituído por 100 milhões de neurônios (tanto quanto a medula espinhal), que elaboram cerca de vinte neurotransmissores — entre os quais a serotonina, reguladora do humor, que influi nos distúrbios depressivos. Os cientistas falam hoje do intestino como o "segundo cérebro" do corpo humano, capaz de enviar sinais ao cérebro. 

O intestino ainda exerce outro papel. Ele serve de barreira entre o exterior (o intestino recebe moléculas estranhas como os nutrientes) e o interior do organismo.

A integridade dessa barreira é essencial e uma flora intestinal equilibrada — que estimula a secreção de muco e produz substâncias capazes de modificar sua permeabilidade — melhora esse efeito barreira.

O terceiro papel do intestino é sua função imunológica. Em termos de células (por exemplo, de linfócitos), o sistema imunológico do intestino é o mais importante do organismo e produz certas substâncias que regulam as reações imunológicas.

A flora intestinal, responsável pelo bom funcionamento do intestino, tem um lugar privilegiado na conservação da saúde.

Bottom of Form

NOVIDADES SOBRE O FUNCIONAMENTO DO CÉREBRO ! VOCÊ TEM NOÇÃO QUE SEUS PENSAMENTOS INTERFEREM EM TODA SUA VIDA E NEM SEMPRE VOCÊ ESCOLHE POR ELES? Pois é, as bactérias interferem em nossas sinapses e escolhas... 

GFU - Aparelho Portátil de Eletroterapia

Cuide bem de você...