Metamorfose

As crianças são as professoras da paz

Postado por Lena Rodriguez em quarta, maio 26, 2010 Em: Florais On Line

"Toda criança nasce com algo que chamo de potencial criativo inesgotável que lhe permite rir, brincar, ser feliz e amar. A parte 'não- condicionada' de seu comportamento a leva a rir, a se divertir, a brincar, a espalhar alegria e a dar e receber amor. Já o medo, a raiva, o ódio, a depressão e a ansiedade, por exemplo, não são naturais para ela. São sentimentos adquiridos mais tarde quando seu lado adulto passa a imperar.

Mas esse potencial criativo inesgotável nunca morre. Permanece conosco durante a adolescência, na fase adulta e até mesmo na velhice. Estará vivo enquanto também estivermos. O único perigo, no entanto, está no fato de que nossa criança interior pode ser facilmente deixada de lado e esquecida quando nos permitirmos dominar pelo cansaço, pelo tédio e pelas condições não naturais da idade adulta. Para que isso não aconteça temos de permanecer despertos e vivos, intensamente vivos.

A presença de um recém-nascido causa nos adultos uma série de sentimentos: alegria, felicidade, amor e uma profunda sensação de paz com o mundo. É o tipo de paz que está muito distante dos 'jogos' dos adultos, que envolvem estresse, conflitos, divórcios, crises de meia-idade e estafa. Viver somente nesse mundo, sem 'ver ou ouvir' nossa criança interior, nos impede de vivenciar a maturidade e a satisfação plenas.

Ver a vida com os olhos de uma criança pode nos trazer muita paz e harmonia. Em seu artigo 'As crianças são as professoras da paz', o dr. Gerald Jampolsky nos incentiva a buscar nossa criança interior. Ele diz: 'Se conseguirmos ver a vida como as crianças a vêem, com clareza e simplicidade, confiança e a capacidade inata de rir e de sentir alegria, poderemos encontrar facilmente soluções práticas para todos os nossos problemas'.

O riso estabelece elos internos e externos entre nós. Por meio do riso, da brincadeira e do divertimento, a criança expressa suas necessidades mais profundas, que são vincular-se e viver em harmonia com todas as formas de vida".


Robert Holden

*********

Lena Rodriguez

“Cuidando de equívocos da mente, fazendo-a recordar amorosamente de sua virtude essencial"

www.cuidebemdevoce.com







Em: Florais On Line 


Tags: crianças  paz  alegria  harmonia  terapia floral  florais on line   

Blog


"Dentro das linhas que o mantém prisioneiro estão apenas suas ideias e crenças. Fora dessas linhas estão suas novas ideias." LIBERTE-SE !!! Dra. Hulda

Traduzir Esta Página

A Terapeuta


Lena Rodriguez Acredito em tratamentos não agressivos e que vá na - causa - do problema que se apresenta, que por prática e vivência aprendi a perceber,que só se dá em nossa mente... O que nos faz cem por cento responsáveis por TODOS e TUDO a nossa volta, em nosso mundo. Acredito também, em terapias que estejam aliadas a processos de despertar, para que possamos sair desse circulo vicioso que infringimos a nós mesmos e cessarmos com a auto crucificação... A auto aceitação é imprescindível, assim como ser muito gentil consigo mesmo. Aceitar-se, não quer dizer resignarmos, mas sim que, podemos não estar satisfeitos na vida, por uma razão ou outra, não importa... Porém, temos escolhas... A partir do auto cuidado, tive por ideal de vida ser um elo de auxílio para que outros pudessem sentir o mesmo bem estar físico, mental, emocional e espiritual... Resumindo; um estar de bem com a vida = paz interior. Paz que conseguimos ao libertar nossa mente de programas e registros subconscientes. Sou grata à existência, a tudo que pude ter acesso para desvelar o EU que Realmente Sou... Gratidão, igualmente a todos que confiaram e confiam em meu trabalho nesses mais de 20 anos. Bençãos a todos!

Tags

 

 

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

 Coloque abaixo o assunto = palavra-chave

 

 

PSICOTRÓPICOS - O MARKETING DA LOUCURA   (Vídeos) aqui: http://terapiafloralon-line.blogspot.com.br/2013/04/psicotropicos-psiquiatria-o-marketing.html

A Comissão dos Cidadãos para os Direitos Humanos (CCHR) é um serviço de vigilância da saúde mental sem fins lucrativos, responsável por ajudar a aprovar mais de 150 leis que protegem os indivíduos de práticas abusivas ou coercivas. A CCHR há muito tempo que luta para restabelecer a base inalienável dos direitos humanos no campo da saúde mental, incluindo mas não se limita a, consentimento informado pleno sobre a plena legitimidade médica do diagnóstico psiquiátrico, os riscos de tratamentos psiquiátricos, o direito a todas as alternativas médicas disponíveis e o direito a recusar qualquer tratamento considerado prejudicial...   http://www.cchr.pt/

 

Postagens recentes

 



Crie um site gratuito com o Yola