Este movimento foi passado por meus mestres de Tai Chi Chuan ao nosso grupo do Guarujá, Mario e Iza. É um ensinamento do Grão-Mestre Chan Kowk Wai, a maior autoridade do estilo Shaolin do Norte da China na América do Sul e um dos introdutores do Kung-Fu no Brasil em 1960.

O exercício do jogo de braços é muito bom para a saúde. Muitas doenças incuráveis estão sendo curadas ou mantidas estáveis ou com tendência para a cura com o uso desse exercício muito simples.

O nome original é “concentração- respiração TAH-MO”.

TAH-MO foi o primeiro monge do estilo Shaolin, que construiu o templo de Shaolin no Norte da China. Foi o mestre de todos os mestres do Kung-Fu do estilo Shaolin.

O monge TAH-MO deixou 12 livros sobre a medicina e a luta Kung-Fu. O movimento do jogo de braços está publicado em um desses livros. Os livros foram perdidos e com a descoberta do túmulo dele, encontraram as obras junto com seu corpo.

Igualando a circulação no corpo inteiro, desaparecem todos os problemas relativos a má circulação como paralisia, amortecimento muscular, etc.. 

Sintomas e Reações

O movimento do jogo de braços dará a mesma reação da Acupuntura.

A respiração e o movimento começam a orientar a circulação do tronco para os membros, esquentando-os, pois  o sangue atinge as pontas dos pés e das mãos e durante a execução o praticante engasga, intensifica-se o funcionamento do sistema gastrointestinal (flatulência), tem-se a sensação de calor e frio, parece ter formigamento nos membros superiores e inferiores por causa da grande penetração de sangue.

Essas sensações são normais e boas, porque a circulação do sangue está sendo orientada do tronco para os membros. Na medicina chinesa, a respiraçãoe a circulação do sangue impróprias são consideradas as origens de todas as doenças. Se conseguirmos manter sempre a respiração e a circulação do sangue de modo adequado no corpo, evitaremos sérios problemas de saúde.

Esses exercícios conseguem intensificar a circulação do sangue bas áreas que normalmente são difíceis de serem atingidas. Por exemplo, no frio as pontas dos dedos ficam duras porque é mais difícil o sangue chegar lá (a quantidade que chega não é suficiente).

O exercício do movimento do jogo de braços age como se mandasse uma mensagem a todos os órgãos interno para que promovam o melhor aproveitamento possível dos nutrientes retirados dos alimentos.

Mestre Chan relata uma série de curas alcançadas por pessoas que praticaram o Lassao, tais como:

- Estabilização do câncer;

- Cura de inflamações de articulações, estômago, fígado, etc.;

- Tumores diversos;

- Cataratas ou problemas com os olhos;

- Paralisia de diversos membros...

O movimento do jogo de braços é muito bom para quem tem problemas de coração e outros órgãos internos.

O movimento é feito da seguinte maneira:

1.Pernas ligeiramente flexionadas e os dedos dos pé bem firmes no chão;

2.A distância entre os pés deve ser mais ou menos ´gual a largura das costas;

3.Os braços para a frente (estendidos) na altura dos ombros (palmas das mãos voltadas para baixo e relaxadas), jogando-os para trás com força (mãos firmes) e voltando-os para a frente sem utilizar força;

4.Os braços devem estar bem esticados;

5.Olhando sempre para a frente, procure não pensar em nada, apenas fazer a contagem do exercício de 1 a 300 vezes. Com o tempo, aumentar gradativamente até atingir 1.000 ou 2.000 vezes.

Dentro da concentração e respiração, este exercício consiste em:

1.Os braços esticados para a frente é falso (existe mas é falso);

2.Os braços para baixo são considerados firme;

3.Os movimentos devem ser contínuos e rítmicos;

4.A integração da alma com o corpo;

5.A movimentação dos braços resulta na modificação da grande circulação do sangue no tronco atingindo os braços e as pernas.

16 medidas do movimento do jogo de braços:

1.Em cima é falso;

2.em baixo é firme;

3.a cabeça deve estar erguida;

4.a boca deve estar relaxada e a ponta da língua tocando o céu da boca;

5.peito relaxado;

6.costas erguidas;

7.a cintura é o eixo do corpo;

8.braços balançando-se

9.cotovelo sempre virado para baixo;

10.pulso é o ponto mais pesado da aplicação da força;

11.as mãos abanando;

12.a barriga bem firme;

13.as coxas relaxadas;

14.região púbica contraída;

15.os calcanhares firmes no chão;

16.os dedos dos pés em formação de garras e firmes no chão.

OS MOVIMENTOS


Aos meus mestres Mario e Iza, minha gratidão!

Lena Rodriguez


Acredito que se trate do mesmo exercício...

Este exercício trabalha:

1) O chacra do coração através da intensa irrigação de todos os seus chacras secundários, localizados nos ombros, braços, mãos e dedos.

2) Intensa lubrificação e mobilização dos chacras da AÇÃO (ou chacras do trabalho, segundo o famoso radiestesista Manoel Mattos), localizados nos ombros, na articulação dos braços com o tronco. Tal mobilização tem como principal consequência a liberação do indivíduo para as AÇÕES estreitamente sintonizadas com o CORAÇÃO. Assim, bloqueios para as ações de realização são dissolvidos.

3) Procrastinações, adiamentos, medos, inseguranças e indecisões, além de problemas físicos com o coração, articulações, braços e mãos.

Vamos à prática
Recomenda-se praticá-lo por 10 minutos (nem mais, nem menos) pela manhã ao ar livre ou de frente para uma janela aberta. Procure estar num ambiente silencioso e calmo.

Se desejar, e for possível, coloque um relógio a sua frente para evitar a preocupação com o tempo.

Roupa leve e solta, pés descalços, pernas abertas na largura dos quadris, joelhos levemente flexionados, quadril encaixado, coluna ereta, braços naturalmente soltos na lateral do corpo. Rosto e ombros relaxados, maxilares soltos. Enfim, postura confortável e relaxada.

Inicie o movimento de pendular os braços ao lado do corpo. Neste início existe uma intenção de provocar o movimento. Entretanto, logo nos primeiros segundos, permita que o próprio movimento pendular sustente o livre ir e vir dos braços.

Os olhos podem ficar fechados ou contemplativos, mas não se distraia com o ambiente externo.

Aos 2-3 minutos já é possível perceber o forte fluxo sanguíneo e energético nos braços e mãos. As mãos chegam mesmo a ficarem pesadas e surge uma sensação de que as mãos estão quentes e maiores.

Respire

Inalação: balance os braços para cima lateralmente ao corpo.
Expiração: balance os braços para baixo (e levemente para trás) lateralmente ao corpo.
Fonte: