Metamorfose

O que é uma essência vibracional

Postado por Lena Rodriguez em quinta, fevereiro 24, 2011 Em: Florais On Line

"Define-se essência vibracional como o preparado natural, artesanal, que traz registrado em seu conteúdo o padrão vibracional de uma ou diversas manifestações da Consciência originária da Natureza, que entram em ressonância com o campo da Consciência de pessoas, grupos, coletividades, animais, ambientes e ecossistemas, agindo como princípio catalisador que ativa processos de expansão e transformação da consciência, despertando seus talentos, virtudes e potenciais latentes, e resultando na restauração da paz, harmonia e equilíbrio.

Pela sua própria natureza vibracional, as Essências Vibracionais não têm impacto direto sobre a bioquímica do corpo, como tem os alimentos, medicamentos farmacêuticos ou drogas psicoativas.

Elas não são medicamentos e não substituem com estes meios, sem interferir na ação dos mesmos, pois não possuem princípios ativos de natureza material.

Elas atuam por ressonância vibratória entre campos mórficos. *

Apesar de serem utilizadas prioritariamente na forma de gotas a serem ingeridas, sua indicação para terceiros não se configura como prescrição de medicamentos, podendo então sua indicação ser habilitada a profissionais de quaisquer áreas, desde que capacitados profissionalmente para fazê-lo"

Fonte: Documento elaborado em outubro de 1998, resultado de um longo trabalho realizado pela união dos produtores, distribuidores de essências vibracionais, terapeutas experientes e representantes da ABREFLOR e entregue ao Ministério da Saúde em Brasília, pelo SINATEN, a fim de liberar as essências florais nas farmácias, uma vez que havia uma ação equivocada da Vigilância Sanitária em todo o Brasil, com relação aos florais.

A visão do Dr. Bach sobre doença e a saúde

" A doença nunca será curada ou erradicada pelos atuais métodos materialistas, pela simples razão de que a doença, em sua origem não é material.

Aquilo que chamamos de doença é o resultado último produzido no corpo, o produto final de forças profundas e há muito atuantes; e, mesmo que o tratamento material seja por si só, aparentemente bem sucedido, isso nada mais é que um alívio temporário a menos que a causa real tenha sido removida.

A moderna tendência da ciência médica, ao mal interpretar a verdadeira natureza a doença e se concentrar em termos materialísticos no corpo físico, tem aumentado imensamente o poder da doença; primeiro, ao desviar o pensamento das pessoas da verdadeira origem da doença e, portanto, do método eficaz de atacá-la; segundo, ao localizar a doença no corpo, assim obscurecendo a verdadeira esperança de recuperação e fazendo surgir um poderoso complexo doentio de medo, que nunca deveria ter existido.

A doença é no seu cerne, o resultado do conflito entre o Eu Superior e a Personalidade, e nunca será erradicada exceto pelo esforço espiritual e mental..."

Bach entendia ainda, que somos a causa do nosso sofrimento: "A doença é apenas e tão somente corretiva. Ela não é vingativa e nem cruel; mas é o meio adotado pela nossa Alma para nos mostrar os nossos erros, nos impedir de cometer erros ainda maiores..."

"As verdadeiras doenças básicas do ser humano são defeitos tais como o orgulho, a crueldade, o ódio, o egoísmo, a ignorância , a indecisão e a avidez"

(Bach, E. Ye Suffer from Yourselves, 1931 - Citação de: Scheffer, M.- A Terapia Original com as Essências florais de Bach, Ed. Pensamento,1999)

_____

*Essências Florais como Campos de Consciência, que carregam Informação

De acordo com a pesquisa de Maria Grillo, podemos dizer então que uma essência floral é um “campo de consciência” que carrega em si informações e que ao entrar em contato conosco, inicia um processo de ressonância mórfica acordando, intensificando, fortalecendo ou facilitando os caminhos de expressão de tal qualidade que nossa alma guarda.

 

Lena Rodriguez

Cuide Bem De Você !

Em: Florais On Line 


Tags: campos mórficos  essências vibracionais  essências florais  terapia floral on line  e-terapia  florais   

Blog


"Dentro das linhas que o mantém prisioneiro estão apenas suas ideias e crenças. Fora dessas linhas estão suas novas ideias." LIBERTE-SE !!! Dra. Hulda

Traduzir Esta Página

A Terapeuta


Lena Rodriguez Acredito em tratamentos não agressivos e que vá na - causa - do problema que se apresenta, que por prática e vivência aprendi a perceber,que só se dá em nossa mente... O que nos faz cem por cento responsáveis por TODOS e TUDO a nossa volta, em nosso mundo. Acredito também, em terapias que estejam aliadas a processos de despertar, para que possamos sair desse circulo vicioso que infringimos a nós mesmos e cessarmos com a auto crucificação... A auto aceitação é imprescindível, assim como ser muito gentil consigo mesmo. Aceitar-se, não quer dizer resignarmos, mas sim que, podemos não estar satisfeitos na vida, por uma razão ou outra, não importa... Porém, temos escolhas... A partir do auto cuidado, tive por ideal de vida ser um elo de auxílio para que outros pudessem sentir o mesmo bem estar físico, mental, emocional e espiritual... Resumindo; um estar de bem com a vida = paz interior. Paz que conseguimos ao libertar nossa mente de programas e registros subconscientes. Sou grata à existência, a tudo que pude ter acesso para desvelar o EU que Realmente Sou... Gratidão, igualmente a todos que confiaram e confiam em meu trabalho nesses mais de 20 anos. Bençãos a todos!

Tags

 

 

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

 Coloque abaixo o assunto = palavra-chave

 

 

PSICOTRÓPICOS - O MARKETING DA LOUCURA   (Vídeos) aqui: http://terapiafloralon-line.blogspot.com.br/2013/04/psicotropicos-psiquiatria-o-marketing.html

A Comissão dos Cidadãos para os Direitos Humanos (CCHR) é um serviço de vigilância da saúde mental sem fins lucrativos, responsável por ajudar a aprovar mais de 150 leis que protegem os indivíduos de práticas abusivas ou coercivas. A CCHR há muito tempo que luta para restabelecer a base inalienável dos direitos humanos no campo da saúde mental, incluindo mas não se limita a, consentimento informado pleno sobre a plena legitimidade médica do diagnóstico psiquiátrico, os riscos de tratamentos psiquiátricos, o direito a todas as alternativas médicas disponíveis e o direito a recusar qualquer tratamento considerado prejudicial...   http://www.cchr.pt/

 

Postagens recentes

 



Crie um site gratuito com o Yola