“A água é a melodia de fundo que acompanha incessantemente a vida e nas suas metamorfoses. Ela destrói as formas existentes para colocá-las à disposição de uma nova criação. Ela permite a troca das substâncias e as metamorfoseia. Ata e desata, carrega, transforma e recria sem cessar o organismo do nosso planeta.”  Theodore Schwenk

Entre outras dissertações sobre a “memória da água”, dos quais estes textos fazem parte do riquíssimo livro de meu caro professor Dr. Breno Marques da Silva, há a mais nova experimental abordagem que se tem notícia do Dr. Masaro Emoto, de grande impacto a partir de 1994, publicados em 1999 como “A Mensagem da Água”. O pesquisador congelou gotas de água e examinou-as sob a luz de um microscópio, fotografando imagens impressionantes de padrões de cristalizações da água. O mais surpreendente é que os padrões de beleza e perfeição de tais cristais se correlacionam com os tipos de exposições subjetivas (pensamentos, idéias, palavras, músicas, emoções, vibração espiritual) e objetivas (grau de contaminação, pureza físico-química, presença de resíduos), demonstrando que a técnica desenvolvida era capaz de detectar um certo “grau de vitalidade” da água, mesmo tendo como base de análise padrões estéticos e geométricos. Ademais, sentimentos e pensamentos positivos e elevados fazem com que os cristais de água se tornem de uma beleza deslumbrante, enquanto que a água contaminada das grandes cidades ou a água sujeita a qualquer tipo de negatividade apresenta cristais informes ou nitidamente defeituosos. A experiência de Masaru Emoto, mostra que a água é um receptáculo e ao mesmo tempo um espelho da vida humana e da planetária. A água “absorve” as informações óticas, acústicas e sutis de seu meio ambiente, ao mesmo tempo em que também “processa” e “retransmite” consciência humana e planetária. A qualidade da vida humana, de todos os seres vivos e de todo o planeta depende da qualidade cósmica da água! Se a água é tão hipersensível aos pensamentos, idéias, sentimentos, emoções e químicas do meio ambiente, o que se há de imaginar do ser humano que contém mais de setenta por cento de água em sua constituição! Masaro Emoto diz literalmente: “A água é o espelho da mente!”

A consciência humana pode elevar o padrão de nossas águas, mesmo aquelas mais contaminadas convertendo-as em fontes renovadas de vida. Epor outro lado, as águas puras e harmonizadas podem por su vez restaurar os padrões deteriorados da consciência humana. A história da alma do homem “coincide” com a história da água. 

... A água é simultaneamente um receptor, um reservatório e um transmissor de informações quânticas, óticas e acústicas. Em termos práticos, podemos dizer que a água é capaz de ‘ver’, ‘escutar’ e ‘memorizar’. Também podemos afirmar que a água ‘sabe guardar segredos’, mas oportunamente, ‘sabe opinar, cantar, pintar e esculpir’. Ela age como o curador, o psicólogo, o sacerdote e também como o poeta, o componsitor, o cantor, o pintor e o escultor. A água é tão viva quanto a alma humana. O homem e a Terra são obras de arte da água!

Ademais, o sucesso da homeopatia e da terapia floral é uma prova inquestionável da capacidade da água em absorver, memorizar e transmitir informações arquetípicas e curativas.

-Do livro: As Essências Musicais de Bach - -Dr. Breno Marques da Silva

Lena Rodriguez