Metamorfose

Radiestesista > Os poderes do abade

Postado por Lena Rodriguez em domingo, janeiro 23, 2011 Em: Florais On Line
No início do século XIX, Alexis Mermet tornou-se conhecido em toda a Europa como um dos maiores radiestesistas de todos os tempos.

Esta é a história de um de seus casos mais famosos, que aconteceu no sul da França.

Durante um piquenique na floresta, um menino de quatro anos afastou-se da família e caminhou até a beira de um riacho. Ao darem pela ausência da criança, os pais, desesperados, procuraram na por todos os lugares possíveis. Depois de horas de busca infrutífera, concluíram que o garoto fora roubado por ciganos, fato comum naquela época.
A polícia organizou grupos de busca pelos arredores, mas nem sinal da criança. Depois de alguns dias o caso continuava sem solução. Foi então que alguém falou sobre os poderes incomuns do abade Mermet, e os pais do menino foram procurá-lo em busca de auxílio.

Munido de um mapa da região e de um pêndulo, o abade disse aos pais que a criança estava viva, e encontrava-se a cerca de 30 quilômetros de distância do local onde fora vista pela última vez, numa área muito montanhosa e sem acesso por estradas. Incrédulos, os pais tiveram uma longa discussão com o abade, que no entanto continuou insistindo em suas afirmações.


Apesar da dúvida, o pai, sem alternativa melhor, resolveu organizar uma expedição ao lugar referido por Mermet. Após vários dias de difícil caminhada, o grupo chegou ao local indicado pelo abade: o sopé de uma montanha solitária, muito alta e escarpada.

Os membros da expedição estavam a ponto de desistir, pois não havia nada que pudesse dar esperanças de vida naquele local. Foi então que ouviram um choro infantil abafado, que parecia vir do alto dos rochedos. Os grupos de busca rapidamente subiram pela montanha, na direção do choro, e acabaram por encontrar o menino, sujo e magro, num ninho de águia, deitado entre penas e com a boca cheia de terra e de minhocas. Confundindo a criança com um de seus filhotes, uma grande águia havia carregado o menino em seu vôo até o ninho, que ficava a mais de 30 quilômetros do local onde o garoto estivera brincando, à beira do riacho...

Fonte Livro Medicina Natural
Dr. Mácio Bontempo

Em: Florais On Line 


Tags: florais on line  radiestesia clínica  terapia floral radiestésica   

Blog


"Dentro das linhas que o mantém prisioneiro estão apenas suas ideias e crenças. Fora dessas linhas estão suas novas ideias." LIBERTE-SE !!! Dra. Hulda

Traduzir Esta Página

A Terapeuta


Lena Rodriguez Acredito em tratamentos não agressivos e que vá na - causa - do problema que se apresenta, que por prática e vivência aprendi a perceber,que só se dá em nossa mente... O que nos faz cem por cento responsáveis por TODOS e TUDO a nossa volta, em nosso mundo. Acredito também, em terapias que estejam aliadas a processos de despertar, para que possamos sair desse circulo vicioso que infringimos a nós mesmos e cessarmos com a auto crucificação... A auto aceitação é imprescindível, assim como ser muito gentil consigo mesmo. Aceitar-se, não quer dizer resignarmos, mas sim que, podemos não estar satisfeitos na vida, por uma razão ou outra, não importa... Porém, temos escolhas... A partir do auto cuidado, tive por ideal de vida ser um elo de auxílio para que outros pudessem sentir o mesmo bem estar físico, mental, emocional e espiritual... Resumindo; um estar de bem com a vida = paz interior. Paz que conseguimos ao libertar nossa mente de programas e registros subconscientes. Sou grata à existência, a tudo que pude ter acesso para desvelar o EU que Realmente Sou... Gratidão, igualmente a todos que confiaram e confiam em meu trabalho nesses mais de 20 anos. Bençãos a todos!

Tags

 

 

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

 Coloque abaixo o assunto = palavra-chave

 

 

PSICOTRÓPICOS - O MARKETING DA LOUCURA   (Vídeos) aqui: http://terapiafloralon-line.blogspot.com.br/2013/04/psicotropicos-psiquiatria-o-marketing.html

A Comissão dos Cidadãos para os Direitos Humanos (CCHR) é um serviço de vigilância da saúde mental sem fins lucrativos, responsável por ajudar a aprovar mais de 150 leis que protegem os indivíduos de práticas abusivas ou coercivas. A CCHR há muito tempo que luta para restabelecer a base inalienável dos direitos humanos no campo da saúde mental, incluindo mas não se limita a, consentimento informado pleno sobre a plena legitimidade médica do diagnóstico psiquiátrico, os riscos de tratamentos psiquiátricos, o direito a todas as alternativas médicas disponíveis e o direito a recusar qualquer tratamento considerado prejudicial...   http://www.cchr.pt/

 

Postagens recentes

 



Crie um site gratuito com o Yola