Por sua vivência pessoal do câncer, ele explicou através de uma teoria chamada Sindrome  D.H.S. aqui

Sindrome é um conjunto de sinais e sintomas característicos.

D.H.S. _ Dirk Hamer Syndrome e Dirk era o nome de seu filho que morreu aos 21 anos de acidente.

Após a morte de seu filho Dirk, Dr. Hamer desenvolveu um câncer e depois conseguiu superá-lo, assim pôde ajudar as pessoas em sua clínica.

Sua teoria é a seguinte:

Toda Fonte de câncer tem origem em um grande trauma psíquico que atinge a pessoa, abalando-a profundamente e ela muda erradamente o rumo de sua Vida.

Ocorrem as seguintes fases da evolução do trauma:

1ª Fase do D.H.S.

A pessoa vive seu trauma dentro de um isolamento psíquico completo, então vai gerar dentro de si um conflito dramático.

2ª Fase do D.H.S.

Conforme o significado de como vivenciou o conflito vai determinar o foco de Hamer.

a) O foco de Hamer

É uma área específica no cérebro que sofreu uma codificação celular errada e consequentemente vai mandar uma mensagem errada para sua respectiva área do corpo.

b) A localização do câncer no corpo

Vai ser relativa  à área cerebral atingida no trauma.

Ele considera as metástases como novos traumas, que criam focos de Hamer.

Imaginemos as pessoas que se submetem a quimioterapia, radioterapia ou cirurgias reparadoras, elas estão sofrendo novos traumas, vivem no meio de um ambiente de Morte, isto geraria novos focos cerebrais e novos focos de câncer no corpo.

Como é o tratamento segundo Dr. Hamer

Para encontrar o ponto central de origem do câncer, o trauma gerador e como foi vivenciado o conflito.

2ª Fase – O foco de Hamer no cérebro vai sofrer um edema, depois todo o corpo também, pode ocorrer dores físicas e dores no emocional. É a fase em que a pessoa necessita chorar. Sempre mantendo a terapia verbal e o mínimo de remédio alopático.

Ajuda muito a diminuir o sofrimento emocional.

Esta fase inicial dura de 4 a 6 semanas – que é a fase de mobilização de nossas Águas (sentimento) que precisarão ser purificadas.

Depois de 2 a 3 meses, as dores e o edema param espontaneamente.

*********

Simbolismo do choque > Star of Bethlehem

Choque é um estado de “estar fora de si”. É um estado de retrair-se e manter distância de uma experiência dolorosa. Saímos de nosso ponto de equilíbrio pela quebra da harmonia. Ficamos com nossa “Consciência adormecida” e nosso corpo pode ter reações imprevisíveis. O nosso eu se afasta da Alma, a Consciência fica adormecida. É como se estivéssemos vivendo um sonho ou pesadelo.

Se tomarmos Star of Bethlehem*  ele vai despertar a Consciência que aproxima o eu de nossa Alma para ter o entendimento do choque e às vezes até causa dor. Mas isto é positivo para não formar Couraças no futuro (traumas).

Se a parte do corpo que sofreu o choque sentir dor é positivo, porque a dor e a Consciência do porquê limparão o corpo físico.

Após um choque  sempre renascer e mudar o nosso caminho de Alma, o Star of Bethlehem limpará o trauma e iluminará dando nova direção.

Lembremos que temos que aproveitar a lição, senão voltaremos a provocar o mesmo tipo de acidente em outro choque, até aprendermos.

Se vamos repetindo muitos acidentes, devemos usar Star of Bethlehem + Chestnut Bud (repetição dos mesmos erros).

Durante o choque pode ocorrer desdobramento, que é a separação consciente do corpo e da Alma. A Alma da pessoa vê seu corpo físico embaixo machucado ou sendo socorrido. Ela sente a ligação pelo fio da Vida.

No filme “Ghost” vemos essa representação da Alma vendo o corpo separado, só que ele estava morto, o cordão da Vida havia se rompido.

Muitas pessoas após um choque – em que sofreram desdobramento ou desligamento, podem ter medo de dormir e não voltar mais.

Nos casos de medo, podemos associar o Star of Bethlehem ao Aspen, para fortalecer o fio da Vida, que é sentido no Plexo Solar, na região do umbigo.

Quando o corpo físico sofrer uma lesão é muito importante a ação do Star of Bethlehem para fazer a conexão do corpo com a Alma, para que ocorra uma boa cicatrização.

Fonte Participando da Vida – Carmen Monari

*********

Pessoas que desenvolvem câncer, Aids ou qualquer doença auto imune ou autodestrutiva

Nestas doenças ocorrem um trauma que provoca uma desarmonia, uma quebra na ordem das células do organismo, que vai se iniciar primeiro por um foco cerebral e depois, conforme o modo como foi vivenciado o conflito vai para uma parte respectiva do corpo.

Lembrando que o Dr. Bach teve que enfrentar sua fase de câncer com 31 anos, quando ele conseguiu vencer seu conflito, deram-lhe três meses de vida. Ele transformou seu trama em aprendizado e mudou seu rumo de vida buscando seu real caminho, sua missão de curar. Assim fez sua cura, restabeleceu a ordem no seu organismo e faleceu com 50 anos, quando acabou sua missão.

A ajuda dos Florais se faz imprescindíveis neste momento e a orientação de um Terapeuta Floral para uma adequada escolha das essências florais, atuando na causa do problema e não apenas aliviando sintomas.

 

Lena Rodriguez