Metamorfose

Somos uma representação em 3D de nossa mente

Postado por Lena Rodriguez em terça, agosto 31, 2010 Em: Florais On Line


"As emoções residem fisicamente no corpo e se relacionam com as células e os tecidos"


Você é a soma de todos os seus pensamentos.

Cientistas comprovaram por inúmeras vezes a máxima que diz: Somos o que pensamos.

Não podemos mais colocar a culpa nos nossos GENES ou depositar nossa infelicidade a um carma de outras vidas.

Somos responsáveis por nosso destino. Se essa premissa lhe parece muito “abstrata”, entenda que hoje ela faz sentido cientificamente falando.

Meta-Medicina destina-se a explicar o mecanismo de trabalho entre os pensamentos e emoções e doenças.

Os sintomas da doença são reações biológicas significativas. A doença é necessária para nosso desenvolvimento nessa dimensão. A doença traduz nossos pensamentos e conflitos.

Falando de forma “concreta”, (pois a maioria de nós não consegue pensar em nada que não seja explicado à luz da razão), essa antiga forma de pensar (cartesiana) trás certa limitação a introdução da nova maneira de ver as coisas nesse plano físico.

A Física Quântica veio para derrubar padrões, mexeu com a realidade das coisas. O próprio Einstein, pai da teoria da Relatividade ficou espantado com a mudança de paradigma em nossa forma de ver o mundo como víamos.

Já quase no fim de seus dias, tentou provar que tudo deveria seguir uma explicação, ter uma lógica possível de ser provada matematicamente falando, mas não foi capaz de faze-lo.

"A realidade é apenas uma ilusão, apesar de ser uma ilusão bastante persistente", dizia Einstein. Estudos comprovam que a mente não diferencia a realidade da ilusão.

Colocando qualquer pessoa num tomógrafo ou num aparelho de ressonância magnética observando um objeto concreto a sua frente (Vamos dar como exemplo uma fruta = maça) serão iluminados determinadas áreas no cérebro correspondente a forma, cor e dimensão etc. para o reconhecimento do objeto em questão.

Pedindo a mesma pessoa que IMAGINE o mesmo objeto de olhos fechados, as mesmas áreas do cérebro se iluminam novamente como se o objeto estivesse na sua frente.

Entendam o mecanismo de nosso cérebro. Tudo é realidade, tudo é imaginação.
Ao termos um pesadelo podemos sentir dor, calor, falta de ar, cheiro, pressão, tudo!
O que diferencia um pesadelo do “real”? Quando abrimos os olhos e vimos uma “outra realidade".

A matéria, segundo esta visão, não passaria de uma pequena onda nesse mar de energia.
Somos todos pura energia em forma de matéria.

Temos medo da morte como fim de nossa realidade, mas isso não existe.
Somos energia, pensamentos que estão experimentando novas sensações, nos conectamos com o presente, esse mundo físico através das sensações, dos 5 sentidos.

Então somos energias que após uma experiência de matéria, voltaremos a ser energia novamente!

Entendam que não é possível destruir a ENERGIA.
A energia se transforma, mas jamais pode ser DESTRUÍDA.

Portanto a MetaMedicina pressupõe que:

A mente, corpo e espírito não são separados, mas um só elemento e reage de acordo com nosso meio ambiente, em uma forma sincronizada.

 

Eventos traumáticos na vida são o começo de um processo de doença.

 

Doença é um processo com duas fases. Os sintomas de uma doença aparecem em uma fase do processo completo da doença.

 

O cérebro funciona como um computador contendo 'cérebro relays’, que pode iniciar um processo de doença, em qualquer órgão do corpo correspondente a seu pensamento.

 

A ordem das duas fases de uma doença depende da camada embrionária que cresceu do órgão afetado.

 

Micróbios, bactérias, vírus e fungos na doença - são ajudantes biológicos em um processo "E NÃO A CAUSA DA DOENÇA"

 

O próprio corpo pode curar.
A energia ou vitalidade da vida de uma pessoa pode estimular uma resposta a cura a todas as doenças.

 

A Doença é subjetiva. Nossas crenças, valores e personalidade ajudam a decidir qual processo iniciado na seqüência de uma doença inesperada num choque emocional.



Onde há desenvolvimento, deve haver vida onde há vida, deve haver harmonia e onde há harmonia, deve haver saúde perfeita. (Caroline Myss)

A doença é a resposta a seu pedido. Ela traduz a sua maneira de ver o mundo. Se queres sentir-se mal, que seja feita a sua vontade!

Pensem nisso.


Laura Botelho
Practitioner em Neurolinguística.
Autora do livro: Alzheimer, a doença da alma. Russell Editores.

******

Lena Rodriguez

www.cuidebemdevoce.com

Em: Florais On Line 


Tags: mente  ilusão  florais on line  terapia floral  e-terapia   

Blog


"Dentro das linhas que o mantém prisioneiro estão apenas suas ideias e crenças. Fora dessas linhas estão suas novas ideias." LIBERTE-SE !!! Dra. Hulda

Traduzir Esta Página

A Terapeuta


Lena Rodriguez Acredito em tratamentos não agressivos e que vá na - causa - do problema que se apresenta, que por prática e vivência aprendi a perceber,que só se dá em nossa mente... O que nos faz cem por cento responsáveis por TODOS e TUDO a nossa volta, em nosso mundo. Acredito também, em terapias que estejam aliadas a processos de despertar, para que possamos sair desse circulo vicioso que infringimos a nós mesmos e cessarmos com a auto crucificação... A auto aceitação é imprescindível, assim como ser muito gentil consigo mesmo. Aceitar-se, não quer dizer resignarmos, mas sim que, podemos não estar satisfeitos na vida, por uma razão ou outra, não importa... Porém, temos escolhas... A partir do auto cuidado, tive por ideal de vida ser um elo de auxílio para que outros pudessem sentir o mesmo bem estar físico, mental, emocional e espiritual... Resumindo; um estar de bem com a vida = paz interior. Paz que conseguimos ao libertar nossa mente de programas e registros subconscientes. Sou grata à existência, a tudo que pude ter acesso para desvelar o EU que Realmente Sou... Gratidão, igualmente a todos que confiaram e confiam em meu trabalho nesses mais de 20 anos. Bençãos a todos!

Tags

 

 

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

 Coloque abaixo o assunto = palavra-chave

 

 

PSICOTRÓPICOS - O MARKETING DA LOUCURA   (Vídeos) aqui: http://terapiafloralon-line.blogspot.com.br/2013/04/psicotropicos-psiquiatria-o-marketing.html

A Comissão dos Cidadãos para os Direitos Humanos (CCHR) é um serviço de vigilância da saúde mental sem fins lucrativos, responsável por ajudar a aprovar mais de 150 leis que protegem os indivíduos de práticas abusivas ou coercivas. A CCHR há muito tempo que luta para restabelecer a base inalienável dos direitos humanos no campo da saúde mental, incluindo mas não se limita a, consentimento informado pleno sobre a plena legitimidade médica do diagnóstico psiquiátrico, os riscos de tratamentos psiquiátricos, o direito a todas as alternativas médicas disponíveis e o direito a recusar qualquer tratamento considerado prejudicial...   http://www.cchr.pt/

 

Postagens recentes

 



Crie um site gratuito com o Yola