SWEET CHESTNUT - FDDE 30 – KIRLIAN 


Essência 30: Sweett Chestnut - Partus Lux - Nossa Senhora do Parto

Indicada para os seguintes casos:

Depressão pós parto, crianças ou adultos com gestações de rejeição, para homens e mulheres com dificuldades de gerar filhos, Depressões de último grau, quando a pessoa perde a vontade de realizar seus sonhos. Para a escuridão total da alma.

Em lares de relações conflituosas utilizar a essência por BORRIFAÇÃO, Visando a harmonia nos relacionamentos.

“Parto” de uma nova consciência.

Foto da florzinha Nossa Senhora do Parto

Gestual da flor Nossa Senhora do Parto - (Floral)

1. Lembra Nossa Senhora do Parto.

2. A florzinha depois de seca, de frente lembra o orgão reprodutor masculino e de costas o órgão reprodutor feminino.

3. A envergadura das costas de Nossa Senhora, é um convite para humildade.

4. A calda lembra um foguete da Nasa.

5. As linhas bem definidas na flor, lembram as das mãos humanas (Que só desaparecem depois da morte).

6. A cabeça lembra um luva de box (Luta).

7. A cor vermelho e com tonalidades sutis alaranjado claro, lembra o sangue, força vital.

8. As películas muito singelas na calda da florzinha, lembram pessoas unidas, em um movimento social para o bem-comum, andando em duplas.

9. Na parte interna da florzinha, tem tipo um cordão umbilical que a liga ao galho da planta, e ela fica que nem um feto ligado a mãe pelo cordão umbilical em seu útero.

10. Na posição horizontal (é como ela se desenvolve, flori na planta). Quando colocamos a florzinha em posição vertical, para o alto, celebramos a contemplação dos aspectos Divinos, que lembram NOSSA SENHORA DO PARTO (Imagem Igreja Católica).

11. Os traços fortes e definidos na costas da florzinha, lembram a coluna vertebral humana. (Ponto de equilíbrio da Raça Humana para se locomover).

12. Se segurarmos a florzinha de cabeça para baixo, os aspectos agora de seu gestual é de uma tocha olímpica (Competição).

13. A clareza na percepção de um ser religioso, místico, usando uma manta religiosa (capa) são notados.

14. Desnudando a florzinha, observamos imediatamente um Cisne, uma Cobra Naja, e até uma ponta de uma antiga caneta usada por Reis e Rainhas.

15. Se a abrirmos a florzinha ao meio e em seguida olharmos a florzinha de costa, perceberemos uma fantástica imagem de um Padre, levantando um Hóstia (Corpo de Cristo).

16. Uma agulha de costura, é visualizada por dentro da florzinha.

17. Uma canoa indígena também é percebida.

18. E fechando a nossa observação gestual desta fantástica florzinha, a linha interna que lembra uma agulha, lembra também um espermatozóide (Película interna)

Marcelo - Produtor Floral (Desde 2005)

Fonte 
_____________
Lena Rodriguez

www.cuidebemdevoce.com