Em recente texto sobre questões do sangue na linguagem corporal, faço abaixo dele citações sobre não aceitar nada como - incurável... Frase esta, que costuma ser usada  quando não se conseguiu descobrir a causa, origem da doença... Deixei claro também de que não compartilho desse tipo de crença, simplesmente jamais aceitei nada como incurável e vejo nossa mente subconsciente como a grande vilã de memórias ancestrais, que ao meu ver, até poderia ser chamada de hereditariedade......

Continuar lendo...