“... Uma das mudanças necessárias em minha maneira de pensar ao longo do caminho para a experiência final foi a aceitação da idéia de que a mente projeta tudo, observa sua própria projeção de um ponto de vista diferente e aparentemente separado, e então interpreta essa percepção como um fato externo. O corpo, ele mesmo uma idéia de separação, existia apenas na mente como uma maneira de experimentar a separação!

Toda a minha a vida, eu presumi que meus olhos viam o mundo, me...

Continuar lendo...