– do Latim verecundia, “respeito, pudor, timidez”.


A vergonha é um sentimento doloroso sobre alguém enquanto pessoa. É uma condição psicológica e uma forma de controle seja ele; religioso, político, judicial e social, consistindo de ideias, estados emocionais, fisiológicos  e um conjunto de comportamentos, induzidos pelo conhecimento ou consciência de desonra, desgraça ou condenação.

"Emoção que nos deixa saber que somos finitos.” (conceitualização da vergonha pelo terapeuta John Bradshaw)

O estado de vergonha está intimamente ligado a timidez. Normalmente se sentem, socialmente prejudicados pela timidez (que pode ser excessiva), sem estímulo e fraca ou nenhuma expressão pessoal. Com uma personalidade  introvertida e regra geral “ausentes”.

Porém, a timidez está ligada ao orgulho, procure perceber como a questão orgulho afeta o tímido. Via de regra, é uma pessoa que intimamente tem uma estrutura rígida, com alto padrão de excelência e, acima de tudo, não admite que possa errar.

Seu orgulho, que pode estar perfeitamente sob outras construções psíquicas, pode ser muito ferido, se ele tiver uma atitude “incorreta”. Então, essas pessoas preferem se retrair, por medo de errar, de expor uma eventual falha.

Como Ego 4 do Eneagrama, a conheci muito de perto e o movimento negativo ao Ego 2 (Orgulho), o padrão de excelência era muito forte... Aí coloca-se uma Lua Natal em Leão (emocional, hábitos, entre outras coisas) e haja trabalho interno para desfazer todas essas crenças cheias de equívocos, programas/registros que só leva à julgamento e dor, enfim, “atrasos” no caminho... Para, finalmente descobrir no movimento negativo ao Ego 1= (controle)...  Porém, em sua Essência > Perfeição... Perfeição esta que sou, todos somos, apenas era necessário a experiência, ilusoriamente humana, para descobrir que, minha Real Origem é Perfeita!

Lena Rodriguez

_____________

Cuide bem de você... www.cuidebemdevoce.com