ZAPPER-Gerador de Frequência Dupla

ZAPPER-Gerador de Frequência Dupla-COMPRAR

Zapper > Desenvolvido pela Dra. Hulda 

Clark. É um circuito eletrônico que 

combate as bactérias, vírus que infestam 

nosso organismo. A técnica utilizada é 

bombardear com frequências Zapper a 

bactéria ou vírus, provocando a sua 

morte. O Circuito Zapper é um aparelho 

eletrônico que produz frequências Zapper 

de 2,5kHz que age na superfície do 

corpo, pele, regiões subcutâneas e de 

29,5kHz que age no interior do corpo.


A Cura para todas as doenças

em português




Quem foi Hulda Clark?

Hulda Regehr Clark (18 de outubro de 1928 - 3 de setembro de 2009)






De 50 Anos de investigação e curas de milhares de pacientes, que haviam sido designados terminais em CÂNCER e AIDS (HIV-Vírus da Imunodeficiência Humana) pela medicina convencional, resultou o trabalho da Dra Hulda Clark , que afirmava que a origem da maioria das enfermidades está nos  parasitas, vírus e bactérias e na contaminação do terreno corporal: da  multiplicidade de tóxicos, químicos e metais pesados com  que temos nos contaminado, o meio ambiente e envenenamento dos nossos corpos.

De origem australiana, Hulda Clark lincenciou-se em Fisiologia e Biologia na Universidade de Saskatchewan ( Canadá) assim como em Biofísica e Fisiologia Celular na Universidade de Minnessota (EUA) donde também obteve seu dotourado em Fisiologia em 1958.  Em 1979 formou -se como naturopata na Clayton College medicina alternativa. 

A Dra Clark teve que ABANDONAR OS EUA devido a ameaças de que ela não seguia a medicina ortodoxa e obtinha êxitos em sua terapia.  Sua Clínica no México, Centrury Nutricion Clinic só aceitava pacientes de cancro em estado terminal. 

A Dra Clark foi considerada por muitos como a maior expert a nível mundial em fisiologia celular. Em tantos anos de investigação da eminente Dra Clark ela chegou á conclusão de que em última instância a causa de todas as enfermidades são os parasitas presentes em todas as pessoas e pela degradação do terreno.

Geralmente o corpo excreta esse parasitas e toxinas. Mas algo distinto se sucede quando  há abundância de tóxicos como o solvente de benceno e o álcool isopropílico.

Estas substâncias tóxicas são consumidas diariamente em refrescos, água tóxica e comida industrial. Outra fonte de contaminação são os produtos de higiene pessoal que contêm toxinas que absorvemos através da pele e do cabelo. 

A acumulação destas substâncias tóxicas debilita o sistema imunológico de algumas partes do corpo ( tiróide, sistema linfático, pele, etc ..) permitindo que os parasitas cresçam nestas zonas.  

A Dra Clark havia examinado milhares de pessoas com CÂNCER e AIDS (HIV-Vírus da Imunodeficiência Humana) e em todos eles encontrou os parasitas e imunodepressão devida a substâncias Tóxicas. Conseguiu a recuperação completa nos pacientes ao eliminar os parasitas do corpo destes. 

A Dra utilizava a Frequência/Vibração para matar bacterias, vírus e parasitas em minutos sem efeitos secundarios mediante um aparato de sua invenção denominado de Zapper.  

Também o seu protocolo inclui a desparatização através de vários produtos naturais (ervas medicinais e outros): limpeza do Rim, Fígado e Intestino. 

A Dra Clark escreveu numerosos Livros que foram sendo traduzidos em numerosos Idiomas entre eles "A Cura de todas as Enfermidades"  "A Cura para todos os cancros", "A Cura para todos os cancros avançados", "A Cura para SIDA",  "A prevencão de todos os cancros" e seu último livro publicado em 2008, " A cura e prevenção de todos os cancros " 

Em seu último Livro " A prevenção de todos os Cancros" A Dra Clark incorpora os  Pratos Zapeo o Zapeador de Alimentos, as Homeografias e o Zapper Dental. 

 

O Protocolo da Dra Clark é compatível com qualquer outro método clínico e não têm efeitos secundários.

Todo o trabalho da Dra Clark se basea no Sincrómetro. Este dispositivo, também de sua invenção, detecta frequências ressoantes entre os produtos, um testemunho do tóxico ou contaminante e ainda analisa alimentos, água, suplementos nutricionais, complexos vitamínicos, medicamentos, produtos de higiene pessoal, cosméticos, tintas de cabelo, produtos de limpeza ......

Mediante uma amostra da saliva o Sincrómetro também detecta a presença de um determinado tóxico, metal pesado, parasita, fungo, vírus ou bactéria no organismo, podendo incluso, localizar o órgão ou tecido em que se encontra.  Este teste inclusive é indentificador cancerígeno e que permite detectar o cancro anos antes que se visualize em radiografias ou provas similares, que aumenta as possabilidades de uma total recuperação.  O Sincrómetro é uma ferramenta muito mais Sensível e versátil que análises de laboratório. 

Obras

* O Método de Leitura das Três Corujas (1965-1967)
* A Cura para Todos os Cancros (1993)
* A Cura para o HIV / AIDS (1993)
* A Cura para Todas as Doenças (1995)
* A Cura para Todos os Cancros Avançados (1999)
* Manual de Laboratório da Ciência do Syncromedidor (2000)
* A Prevenção de Todos os Cancros (2004)
* A Cura e Prevenção de Todos os Cancros (2007)

Dra Hulda Regehr Clark, é Naturopata autora e médica controversa da Medicina Alternativa. Começou os seus estudos em biologia na Universidade de Saskatchewan – Canadá. Depois de dois anos de estudo na Universidade de McGill, frequentou a Universidade do Minnesota, onde se licenciou em Biofísica e Fisiologia Celular, recebendo o grau de doutoramento em fisiologia em 1958. Em 1979 fundou um gabinete de pesquisa onde se iniciou no mundo da Naturopatia após ter concluído esta na Clayton College de Saúde Natural. Seis anos mais tarde descobriu uma técnica electrónica para examinar minuciosamente o corpo humano, obtendo indicações e pistas sobre as causas da manifestação do Cancro, da Sida e outras doenças ainda "misteriosas".

Segundo a Dra. Hulda Clark tem que haver um novo entendimento na definição de saúde e doença. A origem de todas as doenças tem como base a exposição do nosso corpo a parasitas (entre as quais inclui parasitas, vermes, bactérias, vírus, etc ...) que acabam por colonizá-lo bem como a contaminação com produtos tóxicos através da exposição ao meio ambiental.

Esta singular, investigadora de origem australiana afirma algo que choca com muitas convicções estabelecidas no seio da comunidade médica.
Basicamente, que numerosas patologias graves devem-se à actuação de numerosos parasitas patogénicos quando interagem no interior do organismo com alguns produtos químicos, especialmente metais pesados.

Baseado na teoria bionergética, proposta pela Dra. Hulda Clark, o sincrómetro funciona como analisador de frequências, ressonância e resposta galvânica da pele. O sincrómetro proporciona um meio rápido e preciso de detecção de varias substâncias e microorganismos no corpo humano. O sincrómetro funciona pelo princípio de batimento de frequências e ressonância.
Como mostra a Física Quântica, tudo no universo possui uma oscilação ou vibração com uma frequência particular (usualmente múltiplas frequências ou uma faixa de frequências), frequência esta que pode ser utilizada para identificar uma substância ou organismo particular. O sincrómetro desta forma é uma ferramenta de enorme potencial.
Baseada na sua investigação, sobre as causas dos desequilíbrios humanos, afirma que todas as doenças são causadas por duas coisas: parasitas e toxinas. Ao eliminar uma delas ou as duas do organismo humano ou do corpo do animal, usando o sincrómetro, a doença pode ser eliminada. 

O sincrómetro possui 2 Pratos de Teste ("testing plates"), onde devemos colocar as substâncias para o teste. Por exemplo, se colocarmos um pequeno recipiente com amostras de um metal pesado sobre o prato de teste, o conteúdo do recipiente estará ressoando/emitindo uma certa frequência sobre o prato de teste, agora esta frequência faz parte do circuito, desta forma, basta ouvir o sinal de ressonância emitido pelo oscilador, caso seja positivo, caso não exista ressonância, o teste é negativo.

Neste momento, o sincrómetro é um aparelho muito mais preciso e versátil do que os melhores métodos de teste. No entanto, até ao momento dá-nos apenas resultados negativos ou positivos, não quantifica. As probabilidades de um falso negativo ou um falso positivo são cerca de 5% que podem ser minoradas através da repetição de testes.
Pode ser utilizado para pesquisar tudo no organismo humano, quer seja um objecto, um órgão, um químico ou um vírus, porque todas as coisas têm uma frequência característica ou um conjunto de frequências.
Assim, com a visita da Dra Hulda Clark a Portugal introduziu um novo conceito de saúde integrada à medicina

Fonte: http://solucoesperfeitasecriativas.ning.com/page/dra-hulda-clark
SINTOMAS PSÍQUICOS:

Pensou em vermes? O que diz a médica Beatriz Guerra

Não é que o forte deles sejam os sintomas psíquicos, mas uma pesquisa no Instituto Pinel, no Rio de Janeiro, nos anos 1990, constatou que 74% das crianças atendidas tinham parasitose crônica.

ALGUNS SINTOMAS TÍPICOS DE INFECÇÃO POR VERMES E PROTOZOÁRIOS:

memória ruim

pensamentos confusos

inquietação, agitação contínua

constrangimento, timidez excessiva

insônia, agitação noturna

depressão

apatia

angústia, sensação de opressão no peito...

A Dra. Beatriz Brandão Guerra, médica, tem uma longa experiência com parasitoses. Atende pessoas das mais variadas classes sociais, e todas ganham na primeira consulta um pedido de exame de fezes. Os resultados podem surpreender, frustrar ou confirmar suspeitas.

Mas, como ela diz, “a clínica é soberana: se o médico acha que deve tratar, mesmo o exame dando negativo ele trata”.

Ela vem fazendo descobertas. Por exemplo: úlceras no trato digestivo – estômago, duodeno – quase sempre estão ligadas a estrongilóides.

Mas sua constatação mais impressionante é a depressão causada pela presença de amebas:

– O paciente chega reclamando da vida e de si mesmo, negativo, vendo sempre o lado ruim: isso é típico do portador de amebas.

Umas mais, outras menos, todas produzem esse efeito. Dificuldade em executar tarefas que antes executava bem, dificuldade até de gozar as coisas boas da vida, uma conduta típica da depressão: o paciente é o vitorioso que se torna derrotado por causa de uma amebinha. É só tratar dela que a depressão desaparece.

Beatriz imagina que as amebas produzam algum tipo de toxina que age diretamente sobre o psiquismo.

– Mas toda verminose é toxica. No primeiro momento isso aparece como uma pequena perturbação digestiva e você não liga; a perturbação está lá e produz uma ligeira variação para o lado negativo, um pequeno desconforto. Como um pedacinho de carne entre os dentes – não é nada, mas incomoda. O mal é que com o tempo você acostuma. E nós estamos tão  viciados no desconforto que nem percebemos as variações, não imaginamos que a vida poderia ser melhor.

Ela considera que cada pessoa é um ecossistema, que vive e interage com outros ecossistemas. Se há uma parasitose instalada, é porque aquele ecossistema se desequilibrou.

Como poderia não produzir mal estar?

– A presença do parasita não é inócua. Todas as células do organismo têm representação cerebral. O mecanismo que capta estímulos produzidos pelo próprio corpo está registrando o incômodo. Se você tem toxinas, os seus sentimentos gentis se alteram – e isso pode ser um aviso.

Seu arsenal médico para enfrentar parasitoses é vasto: vai dos quimioterápicos mais fortes à suavidade das dinamizações homeopáticas.

– Quando o paciente com amebíase não aguenta um secnidazol, por exemplo, que é violento, dou chá de alho. Três dentes de alho de bulbo roxo, fervidos durante 3 minutos e deixados em infusão por mais 20: tomar por 7 dias, em qualquer horário. A eficácia como amebicida é de 88%.

Como estratégia preventiva, Beatriz recomenda aos pacientes o uso de antiparasitários no último período de cada estação: de 1 a 20 de março, 1 a 20 de junho, 1 a 20 de setembro e 1 a 20 de dezembro.

– Durante esses 20 dias, digo para tomarem diariamente alguma coisa que pode até ser a microdose de alho, losna, hortelã e dente-de-leão (página 204.7). Terminado esse período, fazer manutenção repetindo o tratamento uma vez por semana, tipo toda segunda-feira. Se sentirem algum sintoma esquisito, tratar durante uma semana inteira.

Dinamização é o método de concentração ou elevação da energia terapêutica dos medicamentos pelo sistema da homeopatia.

Para dinamizar uma fórmula alho/losna/hortelã/dente-de-leão, ou outra qualquer, depois de fazer a mistura das tinturas na proporção adequada, sem água, deve-se tirar 6 gotas, juntar num vidrinho com 20 ml de brandy, tampar, bater o fundo do vidro 100 vezes na palma da mão; a dinamização estará pronta.

Daí em diante, para fazer um vidrinho de microdose dinamizada, basta tirar 6 gotas e diluir em 20 ml de água.

Ela lembra que a doença e a saúde vão depender sempre do grau de imunidade do hospedeiro, da virulência do ataque, da quantidade de agentes patogênicos e do ambiente em que ele está. O resultado é a soma dos fatores.

– Felizmente, muitas vezes a pessoa se livra da parasitose porque a condição psíquica melhora.

Alguém que se apaixona, por exemplo: o amor tem uma tradução bioquímica.

Ou alguém que começa a meditar: a meditação modifica o ritmo do cérebro, que passa a trabalhar em ondas diferentes, e com isso muda o metabolismo e toda a economia do organismo, o que vai melhorar o nível de defesa. Harmoniza o ecossistema, onde o verme já não fica à vontade.

Almanaque de Bichos que dão em Gente, 3a edição